Warren Buffett vende ações da Stone (STNE) pela 1ª vez desde o IPO

Warren Buffett vende ações da Stone (STNE) pela 1ª vez desde o IPO
A Berkshire Hathaway havia adquirido um montante de US$ 340 milhões no IPO da companhia. Foto: Divulgação

A Berkshire Hathaway (BERK34) reduziu a sua posição acionária na Stone (STNE) pela primeira vez desde a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). O Formulário 13F da empresa, de Warren Buffett, indica uma redução de 25% das ações da companhia de maquininhas de cartão. A companhia somava uma fatia de US$ 600 milhões na posição — equivalente a 10,7 milhões de ações.

 

Warren Buffett investiu pesado na companhia, comprando os papéis no preço do IPO, a US$ 24. O montante, à época, foi de US$ 340 milhões, fazendo com que a Berkshire fosse detentora de 11,3% da companhia. Desde então, houve diluição por meio de um follow-on. Após a venda, a Berkshire Hathaway ficou com uma fatia de 4%. Vale ressaltar que o formulário tem um delay de um mês e meio.

As ações da Stone são negociadas na Nasdaq a US$ 59,41 atualmente. Desde o início do ano, os papéis caíram 28%, com as tensões nos mercados em função da política monetária norte-americana, que impactaram as empresas de tecnologia.


Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Recentemente, a Stone anunciou uma mudança, ampliando o seu Conselho de Administração de sete para nove membros. Mateus Scherer Schwenig, que integrava o executivo, e Pedro Franceschi, co-fundador da Brex, adentraram o quadro.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) liberou a aquisição da Linx (LINX3) pela Stone no fim de março, e a operação está perto de ser concluída. Enquanto a Stone atua na prestação de serviços de pagamentos, a Linx atua principalmente na oferta de software de gestão empresarial, com foco no setor varejista.

85% da Economia dos EUA está acelerando, diz Warren Buffett

O megainvestidor disse, no dia 1º de maio, que 85% da economia americana está “correndo em ritmo acelerado”.

Buffet elogiou as ações do Federal Reserve (Fed) e do Congresso dos EUA ao oferecerem suporte monetário e fiscal, respectivamente, durante a pandemia da covid-19.

“Quando Powell agiu com a velocidade e decisão com que agiu, isso mudou a situação da economia”, disse Warren Buffett, destacando o papel do presidente do Fed, Jerome Powell.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião