Veja como ganhar dividendos mensais investindo em renda fixa

Quem não gosta de receber dividendos todos os meses? Ações e fundos imobiliários são as opções de renda variável mais comuns para essa estratégia, mas existe uma opção na renda fixa que pouca gente conhece e paga proventos mensais: são os fundos de investimento em infraestrutura (FI-Infra).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Formado por carteira de debêntures incentivadas, o ativo de renda fixa FI-Infra se apresenta hoje como uma opção vantajosa para pagamento de dividendos mensais. Esses fundos investem em debêntures incentivadas, sendo listados na bolsa de valores.

A renda recorrente é um diferencial dos fundos de infraestrutura, já que, no caso do investimento direto no balcão em debêntures incentivadas, os pagamentos de juros e/ou principal são feitos semestralmente, ou até em prazos mais longos.

Além disso, os dividendos dos FI-Infra são isentos de imposto de renda, assim como os fundos imobiliários e Fiagro. Porém, a vantagem do fundo de infraestrutura é o benefício fiscal na venda das cotas com ganho de capital.

Ganhar dividendos mensais com renda fixa

Porém, quando o assunto são dividendos na renda fixa, é importante o investidor dedicar tempo para fazer com que o gestor proporcione o retorno esperado pelo investidor.

Segundo Túlio Machado, head de investimentos em infraestrutura da XP, “olhar o histórico do gestor, quanto tempo ele faz isso, como tem sido a performance desses fundos geridos por ele, é fundamental”, comenta.

De fato, os fundos de infraestruturas possuem em carteira ativos de crédito privado, mas isso não os exime dos riscos. “Para oferecer retornos acima da inflação, o investidor está comprando o risco dessas empresas de infraestrutura”, comenta Aymar Almeida, gestor da Kinea Investimentos e responsável pelo KDIF11.

Porém, o gestor do fundo comenta que as empresas do setor de infraestrutura que tomam dívida dos fundos FI-Infra possuem um ativo por trás delas, seja ele um porto, estrada ou linhas de transmissão. O fundo de Infra, que financia os projetos, pode utilizar esses ativos como garantia dos empréstimos às empresas.

Por fim, o gestor do KDIF11 comenta que o trabalho da gestora é justamente estruturar as dívidas e obter o máximo de garantias, sem abrir mão do retorno ao cotista por meio dos dividendos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Gustavo Bianch

Compartilhe sua opinião