Twitter (TWTR34) tem novo pico de acessos após despedidas, diz Elon Musk

Após mais uma leva de demissões que podem “quebrar” o Twitter (TWTR34), o bilionário Elon Musk disse em seu perfil oficial na plataforma que “acabamos de atingir outro recorde histórico de uso do Twitter”, tuitou na madrugada desta sexta-feira, 18.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Esse recorde de acessos e postagens só foi atingido após os usuários levantarem as hashtags #ByeTwitter e #RIPTwitter, se despedindo da rede social, que pode vir a enfrentar problemas de manutenção nos próximos dias.

Segundo a agência britânica de notícias BBC, os funcionários do Twitter foram surpreendidos com a notícia de que os escritórios da empresa ficarão fechados até segunda-feira, 21, o que pode trazer mais instabilidades para a empresa, que já falou sobre a chance de vir à falência.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Além da demissão em massa realizada no início do mês, na última quarta-feira, 12, Musk deu um ultimato aos colaboradores do Twitter, exigindo um “comprometimento hardcore” e que eles teriam até quinta-feira, 17, para assinar um formulário confirmando esse comprometimento. Quem decidisse não assinar o documento seria demitido, disse o e-mail interno enviado pelo bilionário aos funcionários.

A nova leva de demissões realizada ontem se deu após o encerramento do prazo de confirmação de interesse de permanência. Ou seja, os funcionários do Twitter decidiram não assinar o formulário enviado por Musk.

Musk busca novo CEO para o Twitter

O bilionário Elon Musk já pensa em passar o bastão do Twitter, rede social comprada por US$ 44 bilhões após uma negociação de seis meses concluída em 27 de outubro.

Segundo informações reveladas pelo jornal americano Wall Street Journal nesta quarta-feira, 16, o fundador da Tesla (TSLA34) cogita encontrar um novo CEO para cuidar da operação diária da plataforma.

Documento protocolado no Tribunal de Chancelaria da Corte de Delaware, de autoria de Musk, diz que o bilionário espera “reduzir meu tempo gasto no Twitter e encontrar outra pessoa para administrar a rede ao longo do tempo”.

Na prática, um novo presidente executivo poderia ser apontado, enquanto Musk continuaria atuando como dono da companhia e membro do conselho.

A mensagem indica qual deve ser o próximo passo de Musk após a compra do Twitter. O bilionário tem como objetivo melhorar as condições financeiras da plataforma, engordar o faturamento a partir da assinatura de usuários, enquanto tenta aumentar o número diário de usuários da rede.

Com informações do Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Fundos-Imobiliarios-Desktop-1.jpg

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião