Twitter agora é ‘X’: rede social vai incluir funções de mensagens e pagamentos

Fim de uma era. O novo CEO do Twitter (TWTR34), Elon Musk, anunciou nesta segunda-feira (24) uma transformação importante na rede social, que passará a se chamar ‘X’. Com isso, a logo do passarinho azul também deve ser substituída.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

A partir de agora, o Twitter também incluirá funções de pagamento online, mais um passo da companhia em direção ao super app, semelhante ao chinês WeChat.

Em uma publicação no seu perfil oficial do Twitter, Linda Yaccarino, nova diretora executiva da empresa, afirmou que, potencializada com IA (inteligência artificial), a X “nos conectará de maneiros que mal começamos a imaginar”, e que essa é uma “segunda chance” da rede social mudar a forma como as pessoas utilizam seu espaço.

“A X é o futuro do envolvimento ilimitado, centrado em áudio, vídeo, mensagens, pagamentos/bancos – criando uma plataforma global de comércio para ideias, bens, serviços e oportunidades”, completou.

No fim de semana, por meio do Twitter, Elon Musk sugeriu que o passarinho azul, marca registrada da plataforma, deve ser substituído em breve. A referência dos jargões da rede social como “tuítes” – tradução para tweet, representação do barulho dos pássaros – também deve ser trocada aos poucos.

X Corporation

Recentemente, Musk afirmou que a aquisição do controle do Twitter, realizada no ano passado, foi um “acelerador para criar a X, a aplicação de tudo”, fazendo uma referência à empresa X.com que fundou em 1999, uma versão posterior desta que se tornou o PayPal.

A organização, inclusive, além de funcionar como uma plataforma social, poderia incluir mensagens e pagamentos móveis. No domingo (23), Musk chegou a fazer outros comentários relacionados à X, como que o novo logo deveria ser “obviamente, estilo Art Deco” e que, sob a nova identidade do site, uma publicação seria chamada de “uma X”. A nova marca já entrou em vigor nesta segunda-feira (24).

Vale lembrar que desde quando assumiu a rede social, muitos usuários e assinantes se mostraram contrários aos novos cursos de serviços que eram gratuitos, bem como de contas de direita que haviam sido vetadas. No início de julho, o bilionário informou que a plataforma perdeu quase metade de suas receitas de publicidade desde outubro.

Threads, rival do Twitter, chega a 100 milhões de usuários

Lançado no início do mês, o aplicativo Threads, produzido pela Meta (M1TA34) para rivalizar com o Twitter, já ultrapassou 100 milhões de usuários cadastrados, segundo dados do Search Engine Journal.

O levantamento sobre o Threads utilizou como base uma contagem dos símbolos que aparecem nos perfis do Instagram, quando pessoas associam as contas em ambas as redes sociais.

A marca foi atingida em cerca de cinco dias após o lançamento do aplicativo. A título de comparação, o ChatGPT levou pelo menos dois meses para alcançar 100 milhões de seguidores e o TikTok levou nove meses.

Com informações de Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião