AGENDA

Taurus (TASA4): lucro cresce 62,8% no 3T21 e vendas no mercado nacional batem recorde

Taurus (TASA4): lucro cresce 62,8% no 3T21 e vendas no mercado nacional batem recorde
Taurus. Foto: Divulgação

A Taurus (TASA4) registrou um lucro líquido de R$ 166,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 62,8% em relação ao ganho de R$ 102,2 milhões apurado ao final de setembro de 2020. O balanço da fabricante de armas foi divulgado nesta terça-feira (9).

No acumulado do ano, o lucro líquido da Taurus soma R$ 428,1 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 15,9 milhões apurado nos primeiros nove meses de 2020. O resultado acumulado também supera em 62,4% o lucro de todo exercício de 2020.

Esse é o sexto trimestre seguido em que a fabricante de armas tem um resultado positivo, deixando para trás a possibilidade, cogitada pelo mercado, de uma recuperação judicial.

No balanço, a companhia explica que “vários fatores se somaram para garantir a reversão do perfil da Taurus, cuja fotografia hoje é de uma empresa geradora de caixa, com baixa alavancagem financeira e em fase de franco crescimento. A estabilidade operacional, resultado da eficiência na produção e distribuição e dos investimentos na modernização fabril realizados, a gestão sobre custos e despesas, o mix de vendas que incorpora modelos de maior valor agregado e o equacionamento da situação financeira, com redução da dívida e do seu custo financeiro têm garantido os resultados positivos para a companhia.”

No terceiro trimestre deste ano, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 294,7 milhões, avançando 88,2% na comparação ano a ano. A margem Ebitda ajustada ficou em 41,1% ao final de setembro, alta de 10,1 pontos percentuais na mesma base comparativa.


Entre julho e setembro de 2021, a receita operacional líquida da companhia cresceu 39,6% na comparação ano a ano, para R$ 718 milhões. O resultado desse trimestre fez com que a receita acumulada no ano alcançasse R$ 1,920 bilhão, um incremento de 51,3% em relação ao resultado apurado no mesmo período de 2020.

“Mais uma vez, a companhia atinge receitas recordes, evidenciando o acerto da estratégia de crescimento a partir da revisão de processos, investimento em pesquisa e tecnologia e renovação da linha de produtos”, aponta o documento arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Além disso, a variação cambial também teve efeito positivo sobre o resultado da companhia nos primeiros nove meses do ano, já que a maior parte das suas receitas advém de vendas no exterior, realizadas em dólares. “Como o dólar médio apresentou valorização frente à moeda nacional de 4,9% entre os 9M20 e os 9M21, quando contabilizadas em reais, as vendas internacionais se beneficiam do ganho cambial.”

Por outro lado, esse efeito foi inverso na comparação entre o terceiro trimestre de 2021 com o de 2020, com as vendas em dólares sendo prejudicadas já que o dólar médio caiu 2,8%.

Além disso, em termos geográficos, o principal mercado da companhia gaúcha está nos Estados Unidos.

Vendas de armas no mercado nacional ultrapassam a marca de 100 mil

No penúltimo trimestre deste ano, o volume de vendas da companhia foi de 619 mil unidades, o que equivale a um salto de 27,1% em comparação com o mesmo trimestre de 2020. O número de armas vendidas no mercado nacional atingiu 107 mil unidades, pela primeira vez na história da companhia, ultrapassando a marca de 100 mil.

“Além do aumento do volume de vendas, a Taurus vem também agregando valor à sua linha de produtos. Com isso, o preço médio de venda vem subindo, sem afetar a demanda pelos produtos, que se mantém aquecida.”

Produção da Taurus bate recorde mais uma vez

Em relação à produção, o balanço mostra que foram produzidas 615 mil unidades entre julho e setembro, mais uma vez quebrando uma marca histórica da companhia. Um ano antes, a companhia havia produzido 448 mil armas, assim, o crescimento foi de 37,3%.

Nesse trimestre, das 615 mil armas, 379 foram produzidas no Brasil e 236 nos Estados Unidos.

Já no acumulado de janeiro até setembro, a produção da Taurus cresceu 53,7% na comparação anualizada, para R$ 1,695 milhão.

“O ritmo de produção se manteve acelerado nas duas unidades industriais da Companhia. No Brasil, os investimentos realizados em máquinas e equipamentos e a sinergia nos processos produtivos proporcionaram o incremento no volume de produção de 14,2%, na comparação entre o 3T21 e o 3T20, e de 26,3%, ao considerar os 9M21 ante aos 9M20. Nos EUA, o crescimento do volume de armas produzidas é ainda mais relevante, tendo em vista o ramp up da fábrica localizada no Estado da Georgia e confirmando o acerto da decisão de transferir a produção naquele país para a nova e mais ampla unidade”, explica a companhia.

Última cotação da TASA4

A ação da Taurus (TASA4) encerrou o pregão de hoje em leve alta de 0,041%, valendo R$ 24,12, antes da divulgação dos resultados.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!