Taurus (TASA4) fecha acordo de joint venture com metalúrgica Joalmi

Taurus (TASA4) fecha acordo de joint venture com metalúrgica Joalmi
Taurus (TASA4) irá expandir complexo industrial no RS por R$ 110 milhões

A Taurus Armas (TASA4) comunicou nesta quinta-feira (8) a assinatura de um acordo definitivo junto à Joalmi Indústria Metalúrgica para a criação de uma joint venture que irá permitir a fabricação e comercialização de carregadores e outros componentes estampados de armas leves para o mercado doméstico e internacional.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A fabricante de armas informou que a parceria tornará a empresa autossuficiente na produção de carregadores, um segmento atualmente dominado por fornecedores estrangeiros. “A tecnologia empregada na fabricação dos carregadores, além de ser considerada pela companhia estratégica, é fundamental para o perfeito funcionamento e segurança das armas”, salientou a Taurus.

A companhia destacou que a joint venture irá promover uma redução de custo para as operações, com uma logística integrada e rápida, assim como uma flexibilidade de volumes e agregação de valor ao Centro de Tecnologia e Engenharia da Taurus.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A joint venture “tem como objetivo desenvolver tecnologia própria compatível com os mais altos padrões de qualidade do mercado para atender a demanda global da Taurus e também o mercado de reposição de carregadores no mundo inteiro”, ressaltou a companhia.

Além disso, a nova empresa, que começará a produzir ainda neste ano, vai promover a entrada da fabricante de armas no mercado de reposição, ainda não explorado pela companhia.

Taurus será acionista majoritária na joint venture

Com a criação da nova empresa, o capital acionário será composto na proporção de 51% da Taurus e os 49% restantes da Joalmi.

A demanda anual da fabricante de armas é de cerca de 5 milhões de carregadores, quando consideradas as fábricas no Brasil e nos Estados Unidos, sem contar outras empresas e o mercado de reposição. O acordo terá uma capacidade instalada de 7,4 milhões por ano até o final de 2022, com possibilidade de antecipar a ampliação, dependendo da atuação da empresa no mercado de reposição.

A operação terá início no parque industrial da Joalmi, em Guarulhos (SP), com uma previsão de transferência para o complexo industrial da Taurus, em São Leopoldo (RS) em 2021.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO