Semana do ESG

Sanepar (SAPR11) tem queda de 29,5% no lucro do 2T22, para R$ 233,8 milhões

Sanepar (SAPR11) tem queda de 29,5% no lucro do 2T22, para R$ 233,8 milhões
Sanepar. Foto: Reprodução/ Site

A Sanepar (SAPR11), Companhia de Saneamento do Paraná, divulgou nesta quinta-feira (4) seus resultados do segunda trimestre de 2022 (2T22). A empresa apresentou lucro líquido ajustado de R$ 233,8 milhões, 29,5% menor que o resultado obtido no mesmo trimestre no ano anterior.

A receita líquida da Sanepar alcançou R$ 1,3 bilhão no trimestre, alta de 6,7% na comparação de base anual.

O aumento na receita operacional líquida da Sanepar foi afetado por quatro fatores:

  • Revisão tarifária de 5,77% a partir de 17 de maio de 2021;
  • Reajuste tarifário de 4,96% a partir de 17 de maio de 2022;
  • Crescimento dos volumes faturados de água e esgoto; e
  • Aumento no número de ligações.

O Ebitda da Sanepar (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$ 442,9 milhões, baixa de 23,9% em relação ao mesmo período em 2021. Já a margem Ebitda ajustada registrada foi de 32,6%, recuo de 13,1 ponto percentual ante o 2T21.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 63,7 milhões de abril a junho, equivalentes ao aumento de 6,2% sobre as perdas financeiras do mesmo período do ano passado.

A Sanepar também informou um crescimento de 2,1% nas ligações de água na comparação anual, chegando a 3,3 milhões, com 69,3 mil novas adições. As de esgoto subiram 2,7% na mesma base comparativa, ao somar 2,4 milhões. No período em questão, foram feitas 62,3 mil novas ligações desse tipo.

Até o final de junho de 2022, a dívida líquida da Sanepar era de R$ 3,5 bilhões, alta de 18% contra o 2T21.

O índice de alavancagem, medido pela relação entre a dívida líquida/Ebitda ajustado no acumulado de 12 meses subiu 0,1 ponto percentual, para 1,6 vez. Os custos e despesas operacionais aumentaram no ano contra ano, para R$ 371,9 milhões no 2T22, elevação de 36,4%.

O volume médio disponível do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba (SAIC) é composto pelas Barragens Piraquara I, Piraquara II, Iraí e Passaúna. No município de Foz do Iguaçu, a Sanepar utiliza a água da Barragem da Hidrelétrica Itaipu Binacional, do lago de Itaipu, no Rio Paraná.

No fechamento do segundo trimestre de 2022, a Sanepar reportou volume de reserva do SAIC em 91%, nível superior ao registrado no mesmo período do ano anterior (54,9%).

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO