Radar: Weg (WEGE3) paga JCP, Copasa (CSMG3) anuncia dividendos e Althaia (ALTF3) suspende IPO

Radar: Weg (WEGE3) paga JCP, Copasa (CSMG3) anuncia dividendos e Althaia (ALTF3) suspende IPO
Fábrica da Weg. Foto: Reprodução

A Weg (WEGE3) anunciou o pagamento de R$ 86.882.122,10 em juros sobre o capital próprio (JCP).

O montante total corresponde a pouco mais de R$ 0,020705 por ação da Weg. Considerando a retenção do imposto de renda na fonte à alíquota de 15%, o valor líquido a ser pago por cada ação WEGE3 é R$ 0,01760.

O pagamento dos JCP da Weg está marcado para o dia 16 de março de 2022, mas apenas os investidores com ações da companhia ao final de 24 de setembro deste ano receberão a remuneração.

Veja outras notícias que ficaram no radar nesta terça-feira:

Itaú (ITUB4) emite Letras Financeiras Subordinadas no total de R$ 5,5 bi

  • O Itaú Unibanco (ITUB4) emitiu R$ 5,5 bilhões em Letras Financeiras Subordinadas Nível 2, em negociações privadas com investidores profissionais.
  • As Letras Financeiras possuem prazo de vencimento de 10 anos com opção de recompra a partir de 2026.
  • As Letras Financeiras têm autorização para compor o Capital Nível 2 do Patrimônio de Referência do banco, com impacto estimado de 0,52 ponto percentual no seu índice de capitalização Nível 2.

Gol (GOLL4) compra 250 aeronaves elétricas do tipo eVTOL

  • De olho na evolução dos negócios em busca de “carros voadores”, a Gol (GOLL4) foi atrás da sua própria malha de aeronaves elétricas do tipo eVTOL.
  • A companhia aérea assinou um protocolo de intenções com a Avolon para comprar ou arrendar 250 aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical, similares às da Embraer (EMBR3).
  • A previsão para o início das operações está para meados de 2025.
  • A aérea acrescentou que sua controladora, o grupo Comporte, “está provendo os recursos requeridos para o investimento no projeto”.
  • De acordo com a Gol, a companhia utilizará sua expertise em aviação para desenvolver a malha aérea desses modelos utilizando as aeronaves VA-X4 eVTOL, disse citando o modelo criado pela empresa britânica Vertical Aerospace.

Copasa (CSMG3) pagará R$ 162,662 mi em dividendos e JCP

  • A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, Copasa (CSMG3) divulgou que o percentual de dividendos regulares do exercício de 2021 foi alterado para 50% do lucro líquido.
  • Além disso, a companhia  aprovou a declaração de R$ 105.282.237,82 em juros sobre o capital próprio (JCP).
  • O montante equivale a R$ 0,277656629 por ação da Copasa, sem considerar a retenção de imposto de renda na fonte à alíquota de 15%.
  • A Copasa também aprovou a distribuição de R$ 57.380.694,54 em dividendos, o que equivale a R$ 0,151327808 por papel.
  • Os investidores que receberão os JCP e dividendos da Copasa são aqueles que tiverem ações da companhia ao final do dia 24 setembro desse ano.

BTG (BPAC11) lança ETF que segue o índice americano S&P 500

  • O BTG Pactual (BPAC11) lançou o já anunciado ETF SPXB11, que reforça o conjunto de ETF do banco como o terceiro criado em parceria com a S&P 500, principal índice acionário do mercado norte-americano.
  • Com a chegada do produto, o banco consolida sua expansão no mercado de ETFs para clientes que procuram investimentos em outros mercados.
  • O fundo já está em operação na B3 (B3SA3) desde o dia 20. Está disponível para negociação no BTG Pactual Digital e em outras instituições e plataformas de negociação, tendo como investimento mínimo de uma quota (aproximadamente R$ 10).
  • “O novo fundo é, mais uma vez, o mais acessível dentro da sua categoria, com um fee de 20 bps. O SPXB11 reforça nossa família de ETF e aponta a consolidação dessa opção de investimento”, ressalta Will Landers, head de renda variável da BTG Pactual Asset Management.

Althaia (ALTF3) suspende IPO por prazo de até 60 dias

  • A Althaia (ALTF3) interrompeu o prazo de análise do pedido de registro da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) por 60 dias.
  • Os pedidos de reserva para o IPO da Althaia serão cancelados e, caso o investidor já tenha efetuado o pagamento, valores depositados serão devolvidos em um prazo de três dias úteis.
  • A farmacêutica tinha planos de emplacar uma oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 52.387.492 novas ações ordinárias; e secundária de 13.925.789 papéis.
  • No início do mês, a companhia havia definido a faixa indicativa de preço no intervalo de R$ 10,80 a R$ 13,00. Considerando o preço médio da faixa, de R$ 11,90, o IPO da Althaia poderia movimentar R$ 789,13 milhões.

BRF (BRFS3) dobra produção de ração para pets na unidade de Francisco Beltrão em oito meses

  • Entre janeiro e agosto desse ano, a produção de ração para pets na unidade da BRF (BRFS3) em Francisco Beltrão (PR) dobrou.
  • O crescimento vem após os investimentos em modernização e automação realizados desde o ano passado, em linha com o plano estratégico da BRF, que visa a liderança no setor até 2025.
  • O plano de automação fez a operação da fábrica reduzir as perdas e reforçar o controle de qualidade no último ano.
  • Além disso, a unidade segue com novas ampliações, as mais recentes sendo as áreas de matérias-primas e embalagens, comenta na nota.

Liv Up estende série D e recebe aporte de R$ 50 mi da Globo Ventures

  • A foodtech Liv Up estendeu a série D com um novo aporte de R$ 50 milhões da Globo Ventures — braço de investimentos do Grupo Globo — , e fechou a rodada em R$ 230 milhões.
  • A incremento deve acelerar a estratégia de expansão da Liv Up, que lançou o primeiro mercado online brasileiro de comida saudável, natural, sem aditivos artificiais ou ingredientes escondidos no rótulo.
  • Hoje a startup opera uma plataforma com hortifruti, mercearia, laticínios, açougue e peixaria.
  • Luis Lora, managing partner da Globo Ventures, explicou que ficou empolgada com o potencial da parceria com a foodtech a perspectiva de geração de valor para um público cada vez mais amplo.
  • “A Liv Up tem trabalhado pilares fundamentais para o futuro da alimentação, como saudabilidade, experiência digital centrada no consumidor e cadeia de valor com impacto positivo.”

Vale (VALE3): Luciano Siani assumirá a Vice-Presidência de Estratégia e Gustavo Pimenta será CFO

  • A Vale (VALE3) anunciou nesta terça-feira (21) mudanças no comitê executivo da companhia.
  • Luciano Siani Pires assumirá a Vice-Presidência Executiva de Estratégia e Transformação de Negócios, criada em março deste ano.
  • O presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, diz que “Luciano conhece profundamente a companhia e a indústria e tem o respeito e a admiração da organização e de nossos parceiros de negócio. É um grande nome para liderar a construção de nosso futuro e nos traz a segurança, também, de que o crescimento se dará com disciplina de capital.”
  • Pires ocupa o cargo de vice-presidente executivo de finanças e relações com investidores da mineradora desde 2012. Agora a posição será ocupada por Gustavo Pimenta, que atua na americana AES há 12 anos.
  • Segundo Bartolomeo, o novo CFO (Chief Financial Officer) “representa uma relevante adição ao Comitê Executivo, trazendo sua experiência global e uma visão renovada aos nossos negócios, com forte capacidade de liderança no direcionamento de nossos esforços coletivos para atingimento das ambições da Vale.”
  • As mudanças passam a valer a partir de 1º de novembro desse ano.
  • A Vice-Presidência Executiva Executiva de Estratégia e Transformação de Negócios da Vale é responsável por liderar iniciativas que devem posicionar a mineradora para o futuro, “agregando as áreas de Exploração Mineral, Desenvolvimento de Negócios, Inovação e Transformação Digital”, explica o fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Dos JCP da Weg à Vale, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!