Radar: Minerva (BEEF3) pagará dividendos milionários, produção de minério da Vale (VALE3) sobe no 1T23 e Magazine Luiza (MGLU3) sofre na Bolsa

Conselho de Administração da Minerva (BEEF3) aprovou nesta terça-feira (18) em assembleia a proposta de pagamento no montante de R$ 208,6 milhões em dividendos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

O valor bruto dos proventos da BEEF3 corresponde a R$ 0,3566.

Ainda segundo o fato relevante, apenas os investidores com ações da Minerva hoje (18) terão direito de receber os rendimentos. A partir de amanhã (19), os papéis serão negociadas sem direito aos dividendos.

pagamento de dividendos está previsto para o dia 2 de maio. A seguir, confira mais detalhes dos proventos.

Dividendos da Minerva

  • Valor total dos dividendos: R$ 208.602.741,74
  • Valor por ação: R$ 0,3566284306
  • Data de corte: 18 de abril
  • Data do pagamento: 2 de maio
  • Rendimento (dividend yield) do pagamento: 6,17%

Além de Minerva, confira outros destaques desta terça-feira:

Otimismo com a China respinga na Vale (VALE3): saiba por que as ações sobem no Ibovespa hoje

  • Ao contrário da véspera, as ações da Vale (VALE3) operam com ganhos nesta terça-feira (18). Por volta das 14h20, os papéis da mineradora somavam 0,48%, cotados a R$ 78,24. Junto a ela, o Ibovespa virou para o positivo e ganha 0,17%, aos 106.198 pontos.
  • Além da Vale, os papéis de outras mineradoras e siderúrgicas sobem no pregão de hoje. Confira abaixo:
  • CSN Mineração (CMIN3): +0,64%
  • CSN (CSNA3): +1,57%
  • Gerdau (GGBR4): +0,08%
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU3): +0,098%
  • Usiminas (USIM5): +0,93%
  • Mas, afinal, o que está fazendo tais as mineradoras e siderúrgicas subirem no Ibovespa hoje? A resposta para essa pergunta é provável que você já saiba: a cotação do minério subiu. Os contratos para setembro na Dalian Commodity Exchange tiveram alta de 2,08%, a US$ 114,01 dólares (784 iuanes) a tonelada 
  • No entanto, o que fez a commodity ganhar fôlego após sessões consecutivas de queda e fez as mineradoras como a Vale subirem no Ibovespa?

Vale: PIB da China surpreende

  • Produto Interno Bruto (PIB) da China registrou um crescimento de 4,5% no primeiro trimestre de 2022, um número acima do esperado pelos analistas, de acordo com dados oficiais divulgados pelo Departamento Nacional de Estatísticas.
  • Segundo o órgão chinês, a recuperação foi impulsionada pelo fim das rígidas restrições da Covid-19 e pelos esforços do governo para impulsionar o crescimento econômico.
  • Marcelo Cursino, gerente de estratégia comercial do Braza Bank – banco de soluções financeiras globais que já movimentou mais de R$350 bilhões em câmbio -, comenta sobre o PIB chinês e os impactos no mercado, especialmente no Brasil: “O resultado acima do esperado (4,5% realizado vs 4,0% esperado), aliado aos dados do varejo na China, mostra resiliência da economia chinesa. Essa notícia é positiva para o Brasil visto que a China é nossa principal parceira econômica e, dados fortes por lá, puxam e fortalecem diversos indicadores por aqui, principalmente aqueles relacionados ao comércio exterior. Além disso, esses dados colaboram com uma proposta de transações sem intermédio do dólar, visto a possibilidade de redução de custos em tornos das transações envolvendo nosso parceiro comercial”.
  • Diante do otimismo com o país, não somente em Dalian a cotação do minério de ferro subiu. Na Bolsa de Cingapura, a commodity para maio avançou 0,75%, para US$ 117,65 a tonelada — o maior nível desde a semana passada.
  • Os analistas da XP Investimentos destacam que os dados do PIB da China superaram as expectativas dos analistas em 0,5 p.p. [consenso era de 4,0%].
  • “Os resultados do primeiro trimestre representaram uma melhoria em relação à taxa média de crescimento do PIB da China em 2022 de 3,0%, embora ainda tenha ficado aquém da meta de crescimento de 5% estabelecida para 2023. Os dados de atividade divulgados recentemente mostram evidências mais claras de que a China está em uma forte trajetória de recuperação e acreditamos que a China crescerá 5,6% neste ano”, pontuam os analistas.
  • Diante desse otimismo, as ações da Vale e pares do setor somam no Ibovespa hoje.

Boa Safra (SOJA3) anuncia aumento de 41% de capacidade, com investimento de R$ 107 milhões

  • Boa Safra (SOJA3) anuncia o aumento de 41% em sua capacidade instalada de sementes de soja, a partir do investimento de R$ 107 milhões. Com essa injeção de capital, a projeção da empresa é de que a produção suba dos atuais 170 mil “bigs bags” para 240 mil até o último dia deste ano.
  • De acordo com fato relevante divulgado ontem (17) pela empresa, a expectativa é de que a capacidade instalada alcance 360 mil “big bags” de soja até dezembro de 2027. Também está prevista uma produção de 132 mil “big bags” de milho por ano até o final de 2027. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Vale (VALE3): produção de minério no 1T23 soma 66,74 mi do toneladas, alta de 5,8% na comparação anual

  • A produção de minério de ferro da Vale (VALE3) totalizou 66,774 milhões de toneladas no primeiro trimestre de 2023 (1T23), representando uma alta de 5,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. No entanto, houve um recuo de 17,4% ante ao trimestre imediatamente anterior (4T22), segundo o relatório divulgado nesta terça-feira (18). 
  • A Vale também informou que as vendas do minério de ferro foram de 45,861 milhões de toneladas no 1T23, uma baixa de 10,6% frente ao mesmo período de 2022 e queda de 43,5% em relação ao último trimestre do ano passado. 
  • De acordo com o relatório da Vale, o gap entre a produção e vendas no 1T23 foi resultado de restrições de carregamento no Terminal Ponta da Madeira (MA), devido ao impacto do período chuvoso na formação das pilhas nos estoques e manutenção não programada em equipamentos do porto, e do rebalanceamento do supply chain após fortes vendas no 4T22.
  • “A Vale espera compensar esse impacto no 2º semestre, mantendo seu plano anual de vendas inalterado, afirma a mineradora no relatório de produção do 1T23”.
  • Ainda de acordo com o documento, o preço realizado de finos de minério de ferro foi de US$ 108,6 por tonelada — valor cerca de US$ 32,8 por tonelada menor a/a, em função, principalmente, de menores preços referência (US$ 16,1/t menor a/a), ao efeito negativo dos mecanismos de ajuste de preços (US$ 12,6/t menor a/a), e menores prêmios de finos (US$ 5,8/t menor a/a).
  • Além disso, a Vale destaca que o preço realizado (US$ 162,5/t) de pelotas de minério de ferro foi de US$ 32,1 por tonelada menor a/a, devido aos menores preços referência e ao efeito líquido dos menores prêmios de mercado.

Dia (bem) ruim para as varejistas: por que Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3), Natura (NTCO3) caíram em bloco no Ibovespa hoje?

  • Enquanto o Ibovespa hoje (18) fechou em alta, as varejistas caíram em bloco. Após o governo recuar sobre o fim da isenção de tributos em compras internacionais de até US$ 50, as empresas do setor não conseguiram segurar a queda.
  • Confira o desempenho das varejistas no Ibovespa hoje:
  • Magazine Luiza (MGLU3): -3,28%
  • Via (VIIA3): -2,03%
  • Natura (NTCO3): -2,50%
  • Renner (LREN3): -4,12%
  • Alpargatas (ALPA4): -2,95%
  • Arezzo (ARZZ3): -0,90%
  • Vale lembrar que a taxação de compras internacionais acima de US$ 50 é uma demanda das varejistas brasileiras. As empresas do setor afirmam que há uma concorrência desleal, visto que sem a devida tributação os produtos internacionais ficam mais baratos do que os nacionais — conquistando a preferência dos consumidores.
  • Junto a isso, as empresas lembram que a isenção da tributação deve ocorrer em transações em que os dois lados da ponta são pessoas físicas – não entre empresas e clientes. Com sites e apps traduzidos para o português e opções de pagamento iguais às das varejistas nacionais, os consumidores têm a mesma facilidade de compra em e-commerces estrangeiros do que nas versões digitais de varejistas nacionais.
  • “Nas operações B to C (business to consumer), em que você tem uma pessoa jurídica de um lado, no caso, as plataformas internacionais, e os consumidores brasileiros do outro, não é legal este tipo de operação”, defende Edmundo Lima, porta-voz da Associação Brasileira de Varejo Têxtil (Abvtex).

Petrobras (PETR4) pretende investir US$ 5,2 bi na exploração e escoamento de gás

  • Petrobras (PETR4) vai investir US$ 5,2 bilhões na exploração e escoamento de gás. O anúncio foi feito pelo presidente da estatal, Jean Paul Prates, durante o Seminário Gás Brasileiro para a Reindustrialização do Brasil, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).
  • Plano Estratégico 2023-27 da Petrobras prevê o desenvolvimento de novos campos e novas infraestruturas, como os projetos em parceria com a Sergipe Águas Profundas, na Bacia de Campos, e do Projeto Integrado Rota 3, previsto para 2024.
  • Essas novas infraestruturas vão agregar até 55 milhões de metros cúbicos por dia na oferta de gás nacional. Prates explicou que a reinjeção de gás nos reservatórios faz parte do processo de descarbonização e aumento da produção de petróleo.
  • “Nossa ideia é de que tenhamos, lado a lado ao gás natural, o hidrogênio também, companheiro dessa matriz de transformação e de transição”, afirmou.
  • Ainda de acordo com o presidente da Petrobras, o gás do pré-sal contém grande quantidade de gás carbônico, que precisa ser reinjetado de volta nos campos de produção com parte do gás natural.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Vanessa Loiola

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno