Petrobras (PETR4), Petz (PETZ3) e Oi (OIBR3) movimentam o mercado nesta sexta-feira; veja mais destaques

A informação de que a Petrobras (PETR4) assinou com a BP um memorando de entendimentos (MoU) para promover oportunidades de cooperação e negócios entre as empresas é um dos destaques desta sexta-feira (19).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/06/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Também está entre os destaques do mercado financeiro a Petz (PETZ3), após anunciar uma possível combinação de negócios com a Cobasi.

A Oi (OIBR3) também está no radar dos investidores hoje, depois de aprovar um novo plano de recuperação judicial na Assembleia Geral de Credores (AGC).

Veja os destaques do mercado financeiro hoje:

Petrobras

A Petrobras (PETR4) assinou com a BP um memorando de entendimentos (MoU) para promover oportunidades de cooperação e negócios entre as empresas.

O acordo não vinculante da Petrobras contempla temas como combustíveis sustentáveis, créditos de carbono, biorrefino e exploração e produção.

“Petrobras e BP são parceiras em blocos exploratórios no segmento de Exploração & Produção, dentre eles Alto de Cabo Frio Central, na Bacia de Campos, e Bacia de Barreirinhas, todos operados pela Petrobras”, diz o comunicado da companhia.

Petz

A Petz (PETZ3) e a Cobasi, empresas de produtos para animais de estimação, celebraram um memorando de entendimentos não vinculante (MOU) para a possível combinação de negócios, que pode resultar em uma empresa com faturamento de quase R$ 6,9 bilhões.

A relação de troca entre as companhias foi calculada considerando o preço e R$ 7,10 por ação de emissão da Petz.

Oi 

Após adiamentos e reformulações, enfim a Oi (OIBR3) conseguiu aprovar o novo plano de recuperação judicial na Assembleia Geral de Credores (AGC). O anúncio da companhia chega aos acionistas e mercado em geral nesta sexta-feira (19).

Presentes na AGC, estavam os credores da companhia e suas subsidiárias “recuperandas”, a Portugal Telecom International e a Oi Brasil Holdings Coöperatief, ambas em recuperação judicial. “O plano aprovado visa assegurar a viabilidade operacional e a sustentabilidade às recuperandas, com vistas à superação de sua atual situação econômico-financeira e à continuidade de suas atividades”, afirma o documento divulgado pela Oi.

O novo plano de recuperação judicial da Oi será submetido à homologação do Juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca na capital do Estado do Rio de Janeiro, nos termos da lei.

Boa Safra 

A Boa Safra (SOJA3) anunciou nesta sexta-feira que levantou R$ 300 milhões em uma oferta primária de ações (follow-on), precificada a R$ 16,50 por papel, segundo fato relevante.

Segundo a Boa Safra, a quantidade de ações ordinárias inicialmente ofertada (18.181.818) foi, a critério da companhia, em comum acordo com os coordenadores da oferta, acrescida em, aproximadamente, 58,18% do total de ações inicialmente ofertado, ou seja, em 6.687.568 ações.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Unipar

A Unipar (UNIP6) aprovou um novo aumento de capital social, no valor de R$ 242,23 milhões, passando de R$ 927,876 milhões para R$ 1,17 bilhão. A pauta foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária que aconteceu ontem (18), que também incluiu a aprovação de uma nova bonificação de ações.

Hypera 

O grupo farmacêutico Hypera (HYPE3) disse em comunicado na quinta-feira (18) que vai pagar os dividendos complementares aos seus acionistas no valor total de R$ 61.5.835,08, equivalentes a R$ 0,09724 por ação.

CCR

A CCR (CCRO3) aprovou um novo pagamento de dividendos, no valor total de R$ 536,2 milhões. A aprovação foi realizada em nova Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária da empresa, que aconteceu ontem (18).

Vibra 

A Vibra Energia (VBBR3) comunicou que vai pagar dividendos complementares aos seus acionistas no valor total de R$ 1.604.581.530,06, equivalentes a R$ 1,438911205 por ação e 35,7% do lucro líquido ajustado até 2023.

TIM

A TIM (TIMS3) informou que vai antecipar o pagamento da primeira parcela de seus dividendos complementares para o dia 22 de abril de 2024, no valor de R$ 437 milhões. Antes da mudança, os dividendos da TIM seriam pagos inicialmente no dia 23 de abril de 2024. Apesar da alteração da data de pagamento, as outras condições informadas originalmente foram mantidas.

Iguatemi 

O Iguatemi (IGTI11) informou que aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 200 milhões, sendo que R$ 50 milhões, equivalentes a 25% do montante total, foram pagos antecipadamente em 4 de março. 

Os R$ 150 milhões restantes serão pagos em três parcelas de R$ 50 milhões, nos dias 30 de abril, 30 de julho e 30 de outubro de 2024, respectivamente.

C&A 

A C&A (CEAB3) aprovou a criação de um programa de recompra de até 3 milhões de ações ordinárias de emissão da própria companhia para permanência em tesouraria.

Marisa 

A Marisa (AMAR3) anunciou que será realizada a 5ª emissão de notas comerciais escriturais em série única, com prazo de vencimento de 40 dias da companhia, no valor de R$ 100 milhões, a qual foi aprovada pelo Conselho de Administração.

Os destaques do mercado financeiro do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia, como a Petrobras (PETR4), que deve estar no foco dos investidores hoje.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião