Petrobras (PETR4) encerra processo de venda de ativos na Bacia de Sergipe-Alagoas

Petrobras (PETR4) encerra processo de venda de ativos na Bacia de Sergipe-Alagoas
Petrobras (PETR4) - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras (PETR4) comunicou nesta sexta (13) que vai encerrar o processo competitivo atual, ainda na fase vinculante, para a venda de quatro concessões que ficam em águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas – nos campos de Agulhina, Budião, Budião Noroeste, Budião Sudeste, Cavala e Palombeta.

A estatal informou em fato relevante que avalia constantemente seu portfólio e, considerando o alinhamento das concessões à estratégia e a melhoria dos indicadores econômico-financeiros da Petrobras, foram mantidas integralmente na carteira, marcando o início do desenvolvimento de uma nova fronteira em águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas.

Por fim, a Petrobras diz que reforça o compromisso com a ampla transparência de seus projetos de desinvestimento e de gestão de seu portfólio e afirma seu foco em ativos em águas profundas e ultraprofundas, em que tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos, com alta produtividade e com menores emissões de gases de efeito estufa.

Leia mais

Petrobras (PETR4) lidera empresas brasileiras no ranking Forbes Global 2000

Petrobras (PETR4) é a líder entre as empresas brasileiras no ranking Forbes Global 2000. Lançada na quinta-feira (12), a lista inclui as maiores companhias de capital aberto do mundo.

Outras grandes do Brasil como Vale (VALE3) e Itaú (ITUB4) também apareceram na relação da Forbes.

A Forbes reúne companhias que aumentaram as vendas e lucros no último ano, mesmo com um cenário desafiador da pandemia, assim como o conflito da Ucrânia e volatilidade no mercado.

Berkshire Hathaway (BERK34), do bilionário Warren Buffett, está no ranking mundial desde o início da publicação do ranking Global 2000, em 2003. A empresa desbancou o Banco Industrial e Comercial da China, que caiu para o segundo lugar após nove anos consecutivos no topo da lista.

A Forbes usa os dados do sistema FactSet Research para escalar quais são as companhias para entrar na lista. Desta forma, utilizam quatro métricas: vendas, lucros, ativos e valor de mercado. O cálculo de mercado é de 22 de abril de 2021, preços de fechamento e inclui todas as ações ordinárias em circulação.

Os valores são consolidados e em dólares. Foram utilizados os dados financeiros dos últimos 12 meses disponíveis até 22 de abril deste ano.

Com informações do Estadão Conteúdo

Ana Carolina Cury

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO