Auren (AURE3) anuncia pagamento de dividendos no total de R$ 1,5 bilhão; veja o valor por ação

O conselho de administração da Auren Energia (AURE3) aprovou a declaração e distribuição de dividendos extraordinários, no valor total de R$ 1,5 bilhão.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Os dividendos da Auren têm como base parte de sua reserva de lucros, e equivalem a R$ 1,50 por ação ordinária.

Apenas terão direito aos dividendos da AURE3 os acionistas que comprarem as ações da companhia e se mantiverem com elas até o final do dia 8 de dezembro de 2023.

Por essa razão, as ações que foram compradas a partir de 11 de dezembro de 2023, serão consideradas “ex-dividendos”, ou seja, sem direito a receber os proventos.

O pagamento dos dividendos vai ser feito em parcela única e irá acontecer no dia 19 de dezembro de 2023.

Dividendos da Auren

  • Valor: R$ 1.500.000.000,00
  • Valor por ação: R$ 1,50
  • Data de corte: 8 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 19 de dezembro de 2023

Sobre o valor não está prevista atualização monetária ou incidência de juros considerando o período entre a data da declaração e do efetivo pagamento. Além disso, o recebimento dos dividendos será isento de imposto de renda, conforme a lei aplicável a esse tipo de provento.

Como receber os dividendos da Auren?

Na data de pagamento dos proventos da Auren, o valor será creditado a cada acionista apto a receber conforme a quantidade de ações ordinárias de sua titularidade na data de corte.

O pagamento vai ser feito de acordo com a conta bancária fornecida para a Itaú Corretora de Valores Mobiliários, que é a instituição responsável pela escrituração das ações da Auren.

Os acionistas que tiverem ações depositadas em instituições prestadoras dos serviços de custódia de valores mobiliários terão seus pagamentos realizados de acordo com os procedimentos feitos por essas próprias instituições.

Já no caso dos investidores da Auren que tiverem seus cadastros desatualizados e que não tenham a inscrição do número do CPF/CNPJ ou a indicação de banco, agência e conta corrente, os dividendos só serão pagos após a devida atualização.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião