Jamil Marques, ex-Cogna (COGN3), será novo diretor financeiro da Neon, diz jornal

Jamil Marques, ex-Cogna (COGN3), será novo diretor financeiro da Neon, diz jornal
Foto: Divulgação Neon

Jamil Saud Marques irá ocupar o cargo de diretor financeiro da Neon Pagamentos. O executivo foi CFO da Cogna (CONG3) e também já trabalhou no banco suíço UBS, na consultoria McKinsey e na companhia de energia AES Brasil (AESB3). A informação é do Valor Econômico.

   

De acordo com o executivo, a Neon “vem crescendo em uma velocidade absurda, com um foco muito claro no segmento de classe C expandida, em ter uma oferta eficiente, ajudar as pessoas a terem uma experiência bancária melhor”, informou o jornal.

Além disso, Marques ressaltou que se identificou com a cultura da Neon, lembrando ainda que o setor financeiro passa por uma revolução digital.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“A Neon avançou em governança, gestão de risco, segurança da informação, acelerou o lançamento de produtos. Para este ano a trajetória é a mesma. Temos todas as condições de ter uma oferta competitiva, sermos um player relevante”, disse.

Neon recebe autorização do BC para funcionar como instituição de pagamento

Em abril, a Neon informou que recebeu autorização do Banco Central (BC) para funcionar como instituição de pagamento, nas modalidades emissora de moeda eletrônica e emissora de instrumento de pagamento pós-pago.

Em comunicado enviado ao SUNO Notícias, a empresa explicou que isso não significa nenhuma mudança imediata para os seus clientes.

A nova licença permite que a Neon se conecte diretamente ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) para realização direta de pagamentos e transferências e ao Sistema de Pagamentos Instantâneo (SPI), para o PIX.

Segundo a instituição, hoje estas conexões já são feitas por meio da parceria com o Banco Votorantim. “No curto prazo, não haverá alteração desse arranjo”, informou.

Ainda segundo o comunicado, a obtenção dessa licença é um caminho natural. “A Neon que vem crescendo num ritmo acelerado e hoje já tem mais de 11 milhões de contas abertas e continua seguindo seu propósito de oferecer produtos e serviços financeiros acessíveis e sem burocracias para cada vez mais brasileiros.”

Em 2020 a Neon dobrou a base de clientes com mais de 5 milhões contas abertas durante o ano, em todos os segmentos.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião