Ofensiva contra o Mercado Livre (MELI34), Sanepar, BB Seguridade: Veja as 5 notícias mais lidas da semana

O varejo online poderá entrar em uma guerra jurídica nos próximos meses com a informação de que as grandes varejistas nacionais preparam uma ofensiva contra o Mercado Livre (MELI34).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

O campo de batalha será o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e o motivo é a falta da obrigatoriedade da emissão de notas fiscais para a venda de produtos no Mercado Livre. Segundo as varejistas, isso gera um lucro até 3x maior para a gigante argentina.

Os leitores do SUNO Notícias também acompanharam de perto o balanço da Sanepar, que encerrou a semana como a segunda matéria mais lida.

Proventos do BB Seguridade e do Banco do Brasil e o memorando de entendimentos da Taurus com a estatal IMBEL fecharam a lista das mais lidas da semana.

Veja abaixo o resumo das notícias mais lidas da semana e os links para o texto completo.

1- Varejistas preparam ofensiva no Cade contra Mercado Livre (MELI34)

A falta de exigência do Mercado Livre da emissão de notas fiscais para os produtos vendidos em sua plataforma está no centro da disputa entre as varejistas e a argentina. A informação é da Revista Veja.

Segundo as varejistas, a não obrigatoriedade pode gerar um lucro até 3x maior para o Mercado Livre, configurando uma concorrência desleal.

A ofensiva irá partir por meio do Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV). A instituição já foi presidida por Flávio Rocha, dono da Riachuelo, que nunca escondeu sua apatia pelo Mercado Livre. Rocha constantemente chamava a plataforma de “camelódromo digital”.

2- Sanepar (SAPR4) lucra R$ 291,3 milhões no quarto trimestre, queda de 24,6%

A estatal de água e saneamento do Paraná mostrou uma queda no lucro líquido, que fechou o quarto trimestre a R$ 291,3 milhões. O resultado anual da Sanepar (SAPR4) ficou positivo em R$ 996,34 milhões, recuo de 7,7%.

O resultado ficou abaixo “devido à queda dos volumes faturados, de água e esgoto, à postergação do reajuste tarifário e indenizações do PAI”, segundo a empresa.

3- BB Seguridade (BBSE3) anuncia distribuição de R$ 948 milhões em dividendos

Após a publicação do balanço, a BB Seguridade (BBSE3) informou que distribuirá quase R$ 1 bilhão em dividendos aos acionistas.

O valor por ação será de R$ 0,47480752377 e o pagamento deverá ser realizado em 25 de fevereiro. Os papéis entraram em ex-dividendos ontem (12).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

4- Taurus (TASA4) fecha memorando de bases comerciais com IMBEL

Taurus (TASA4) assinou um memorando de entendimentos não vinculativos com a IMBEL, uma estatal creditada pelo Ministério da Defesa como a primeira Empresa Estratégica de Defesa (EED).

Segundo o fato relevante, o memorando tem por objetivo determinar entre as bases técnicas e comerciais iniciais para acordos futuros.

5- Banco do Brasil (BBAS3) pagará R$ 1,23 bi em JCP

Banco do Brasil (BBAS3) aprovou a distribuição de R$ 1,24 bilhão em juros sobre o capital próprio (JCP), referente ao quarto trimestre de 2020.

O provento de R$ 0,43 b brutos por ação será pago em 3 de março e os papéis entrarão em ex-juros em 23 de fevereiro.

Cotações: Mercado Livre, Sanepar, BB Seguridade, Taurus e Banco do Brasil

O MELI34, BDR do Mercado Livre negociado na Bolsa de Valores de São Paulo, B3, fechou a semana com ganhos de 0,87% aos R$ 87,15. O papel negociado em Nova York com o ticker MELI subiu 1,3% para os US$ 1.943.

O papel preferencial da Sanepar, SAPR4, recuou 1,4% na semana para R$ 4,35, enquanto a ação preferencial da Taurus Armas, TASA4, ganhou 6,94% para R$ 18,95. O BB Seguridade (BBSE3) ficou no negativo em 1,79% de segunda-feira a sexta-feira e já o Banco do Brasil (BBAS3) perdeu 0,62% para R$ 33,75.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Felipe Areia

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno