AGENDA

Mark 2 Market recebe aporte de R$ 10,8 milhões e aval da CVM para depositária

Mark 2 Market recebe aporte de R$ 10,8 milhões e aval da CVM para depositária
Rodrigo Amato, CEO da Mark 2 Market. Foto: Divulgação.

A Mark 2 Market, empresa de tecnologia que desenvolve sistemas relacionados à tesouraria e gestão de risco, acaba de receber um aporte de R$ 10,8 milhões. A rodada de investimentos foi liderada pela KPTL, maior gestora de fundos de venture capital dedicados à inovação no Brasil.

O novo aporte, que também contou com a coordenação da Mantiqueira Participações, abriu espaço para a entrada de Tridon Participações e Flávio Jansen, fundador do Submarino e conselheiro da Locaweb (LWSA3). Hoje, a Mark 2 Market controla R$ 310 bilhões em suas plataformas, ajudando companhias, já emissoras do mercado de capitais ou não, na gestão de dívidas, aplicações, derivativos e risco.

Na noite da última terça-feira (8), a companhia também recebeu a autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para se tornar depositária de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA).

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Ao operar como central depositária, a empresa será responsável pela integridade e disponibilidade de informações dos ativos financeiros, valores mobiliários e títulos colocados sob sua guarda. A empresa será a única além da B3 (B3SA3) a operar neste mercado.

“Estamos muito animados com as perspectivas que se abrem agora para nós. Nossa estratégia passa pelo aumento do mercado, diferenciação por produto e uma base tecnológica forte”, comentou Rodrigo Amato, CEO da Mark 2 Market, ao SUNO Notícias.

“O aporte e a autorização viabilizam esse sonho. Sabemos que o desafio da entrega é maior ainda, mas acredito que temos as pessoas certas ao nosso lado para colocar de pé tudo isso.”

Mark 2 Market enxerga janela para gestão de R$ 1 trilhão

Segundo a companhia, os recursos captados preveem a “aceleração da integração de nossas soluções financeiras em um mesmo ecossistema”. A Mark 2 Market quer utilizar o aporte para alavancar seu crescimento, sobretudo de forma focada nas companhias não financeiras.

Com a gradual ampliação de oferta de serviços regulados esperada, a companhia projeta que em um horizonte de três a cinco anos chegue à marca de R$ 1 trilhão em operações financeiras amparadas por suas plataformas.

A partir da aprovação obtida junto à CVM, o próximo passo é colocar no ar o depósito de CRA, o que deve acontecer no início do segundo semestre.

“Acompanhamos toda a trajetória da M2M até aqui e confiamos muito na sua capacidade de inovação, além da resiliência já demonstrada pela companhia em outras oportunidades. O desafio é gigante, mas o time é excepcional e acreditamos que o melhor está por vir ainda”, afirma em nota Renato Ramalho, CEO da KPTL.

Fundada em 2010, a Mark 2 Market possui um portfólio de recursos de empresas como Localiza (RENT3), CCR (CCRO3) e Natura (NTCO3). O core business da M2M é oferecer inteligência sobre dados das companhias, auxiliando a tomada de decisão e procurando proporcionar eficiência financeira.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião