Magazine Luiza (MGLU3): dona pede ‘vá para nossa loja, por favor’; veja reação do mercado

A empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza (MGLU3), gravou e divulgou um vídeo em que pede aos clientes “vão a loja, por favor” e cita que a varejista terá crédito pré-aprovado para clientes.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

O vídeo teve uma repercussão relativamente negativa entre analistas de mercado e especialistas. As ações do Magazine Luiza, contudo, sobem 4,68% no intradia. No acumulado dos últimos 12 meses, os papéis MGLU3 caem cerca de 88%.

“Se tem vontade de comprar computador ao filho ou TV para assistir à Copa, panelas, brinquedos, é só procurar uma das lojas e mostrar esse filme para o vendedor, [e a linha de crédito] será no carnê. Lembra o ‘carnezinho’ gostoso, em prestações que você pode pagar e [ele] ainda vai dar descontinho nos juros. A gente aguarda vocês. Vá o mais rápido. Tenho certeza de que você vai ficar. Nós acreditamos em você”, diz Luiza Trajano, no vídeo.

Com a deterioração do varejo – fruto de um ciclo econômico com inflação de dois dígitos e taxa Selic em alta – as taxas de juros no varejo vêm subindo há meses. No carnê, citado pela empresária, esses índices estariam entre 6% e 9% ao mês, a depender da loja.

Alguns enxergaram uma forma da empresária falar com o público-alvo da companhia, que potencialmente faria compras parceladas de bens duráveis – segmento que está praticamente parado com a inflação na casa dos 11%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

No entanto, a maioria dos analistas ainda enxergou como negativa a iniciativa da empresária de implorar pela visita às lojas e até mesmo o crédito pré-aprovado, que pode vir a ser um impulso para a inadimplência.

“O que ficou claro é que ela está Implorando para que um cliente vá aumentar seu endividamento , independente da qualidade do crédito pois todos já tem crédito pré aprovado, inclusive para “comprar uma televisão maior para ver a Copa do Mundo”, disse Bruno Musa, economista e sócio do escritório de investimentos Acqua Vero, credenciado ao BTG Pactual (BPAC11).

“Economicamente esse vídeo é assustador”, conclui, em suas redes sociais.

O especialista destacou três pontos sobre o vídeo da dona do Magazine Luiza:

  • “Ela fala que o crédito de qualquer pessoa que for a loja está pré aprovado – isso leva a crédito sem qualidade alguma e a um estimulo ao endividamento”
  • “Ela pede que “vá o mais rápido possível em uma loja” deles e finaliza com um ‘Por favor'”
  • “Ainda menciona um desconto maior, o que é ‘jogo de marketing'”

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

BTG tem recomendação de compra para ações do Magazine Luiza

O setor de varejo de e-commerce, na visão do BTG Pactual, está desacelerando, mas continua resiliente. Nesse cenário, analistas do banco de investimento reiteraram classificação de compra para Magazine Luiza e Americanas (AMER3), e mantiveram neutra para Via (VIIA3).

“No Brasil, há uma tendência crescente para o marketing digital, que respondeu por mais de 50% dos orçamentos publicitários em diversos setores econômicos no ano passado, com destaque para as categorias de vestuário, acessórios e eletroeletrônicos”, diz o relatório.

Em uma pesquisa realizada pela Kantar Ibope Media, 81% dos entrevistados querem aumentar os investimentos em marketing digital em 2022, ou seja, uma estratégia ainda resiliente, mesmo com a desaceleração de vendas de e-commerce.

O preço-alvo para as ações do Magazine Luiza é de R$ 7, ante R$ 29 para AMER3 e R$ 4 para VIIA3.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno