Magazine Luiza (MGLU3) pena no Ibovespa: por que as ações despencaram nesta segunda-feira?

As ações de Magazine Luiza (MGLU3) despencaram nesta segunda-feira (15), liderando as perdas do Ibovespa, com o mercado dividido em relação à divulgação do resultado do 1T24 da companhia, previsto para ser divulgado no início do próximo mês.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

No fechamento, as ações MGLU3 caíram 7,83%, cotadas a R$ 1,53. No mês, os papéis caem 14,44%, enquanto no ano, a queda é de 28,36%.

Cotação MGLU3

Gráfico gerado em: 15/04/2024
1 Dia

“A expectativa é de um resultado ruim para o Magalu no 1T24. É importante mencionar que as corretoras de fora do Brasil têm atuado fortemente na venda do papel. O volume de papéis do Magazine Luiza alugados para short segue aumentando, mesmo com os preços próximos das mínimas de 2024″, explica Nilson Marcelo, analista quantitativo da CM Capital.

Em contrapartida, em relatório divulgado na semana passada sobre as prévias de resultados do 1T24 para o setor varejista, analistas do Itaú BBA projetam que as vendas do Magazine Luiza devem crescer no período, e que o foco em rentabilidade deve também trazer bons frutos.

Para o 1T24 do Magalu, o Itaú BBA prevê um lucro líquido ajustado de R$ 2 milhões, ante prejuízo de R$ 309 milhões no mesmo período do ano passado.

Já a previsão para a receita líquida do Magazine Luiza no período é de R$ 9,5 bilhões, alta de 5% na comparação com o 1T23, “com a conclusão do repasse do imposto DIFAL e aumento das receitas de serviços”, enxerga o banco.

A projeção para o Ebitda da Magazine Luiza para o primeiro trimestre de 2024, segundo o Itaú BBA, é de R$ 665 milhões, aumento de 48,4% frente aos R$ 448 milhões registrados no 1T23, com a margem Ebitda crescendo 2,0 p.p (pontos percentuais) no período, a 7%.

A casa também prevê um crescimento de 5,4% no volume bruto total de mercadorias (GVM) online na base anual, chegando a R$ 11,9 bilhões, com aumento de vendas no canal 3P (marketplace) compensando o desempenho mais fraco no canal 1P.

“O canal 3P carrega maiores despesas operacionais como percentual da receita líquida, e este canal vem ganhando participação nas vendas totais”, escreve o Itaú BBA.

O Itaú BBA tem recomendação ‘market perform‘ para as ações do Magazine Luiza, com preço-alvo a R$ 3,00. Os resultados do primeiro trimestre de 2024 da varejista devem ser divulgados em 9 de maio, após o fechamento do mercado.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião