Klabin (KLBN11) prevê investimentos de R$ 9 bilhões em 2023 e 2024; confira outras projeções

A Klabin (KLBN11) divulgou na manhã desta quinta-feira (30) suas estimativas de investimentos para os anos de 2023 e 2024, sendo R$ 4,5 bilhões previstos para 2023 e mais R$ 4,5 bilhões previstos para 2024.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Em 2023, a maior parte dos aportes será destinada para Puma II – complexo industrial no interior do Paraná – com R$ 1,5 bilhão e mais R$ 300 milhões em 2024.

Em sivicultura, que consiste no replantio de árvores, a Klabin projeta custos de R$ 800 milhões em 2023 e mais R$ 800 milhões no ano que vem.

Já em projetos especiais, serão investidos R$ 800 milhões em 2023 e R$ 700 milhões em 2024.

Para compra de madeira em pé, a Klabin estima gastos de R$ 400 milhões em 2023 e R$ 1,1 bilhão em 2024.

Com a nova caldeira de Monte Alegre, a companhia estima gastar R$ 300 milhões no ano que vem.

Klabin (KLBN11): lucro despenca 88% no 3T23

A Klabin fechou o terceiro trimestre deste ano com um lucro líquido de R$ 245 milhões, queda de 88% base anual e de 75% em relação ao segundo trimestre.

De acordo com as informações publicadas na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o balanço da Klabin no 3T23 fechou com os seguintes resultados:

  • Receita líquida: R$ 4,400 bilhões, queda de 20% ante 3T22, o que a companhia atribuiu ao menor volume de vendas, redução nos preços de kraftliner e celulose e da valorização do real frente ao dólar no período;
  • Ebitda (Lucro antes dos juros, impostos, taxas, depreciação e amortização) ajustado: R$ 1,352 bilhão, queda de 41% ante 3T22;
  • Volume de vendas: 967 mil toneladas, diminuição de 5% frente ao mesmo período de 2022.

Já o retorno consolidado (ROIC) da Klabin foi de 13,8% no período, redução de 5,5 pontos percentuais na comparação com o mesmo período do ano anterior.

“Essa retração se deve a redução no fluxo de caixa operacional e ao aumento do capital empregado. O capital empregado foi afetado principalmente pelo aumento no Ativo Total, reflexo da imobilização dos investimentos da segunda fase do Projeto Puma II e do aumento do caixa. Já o fluxo de caixa operacional apresentou redução de 25%, quando comparado com o 3T22, principalmente devido à queda do EBITDA ajustado da companhia”, disse a Klabin.

As despesas gerais e administrativas da Klabin totalizaram R$ 236 milhões no 3T23, 8% menor na comparação anual, reflexo das diversas iniciativas de redução de custo fixo e ganhos de eficiência implementadas na companhia.

Já o resultado financeiro da Klabin foi negativo em R$ 325 milhões, ante ganhos financeiros de R$ 319 milhões no terceiro trimestre de 2022.

No 3T23, a Klabin investiu R$ 1,093 bilhão em suas operações e em projetos de extensão, montante 35% menor frente ao valor investido no mesmo período do ano passado.

A relação dívida líquida/Ebitda ajustado medida em dólares, que melhor reflete o perfil de alavancagem financeira da Klabin, ficou em 3,2 vezes em setembro de 2023, aumento em relação ao 2T23, mantendo-se dentro dos parâmetros estabelecidos na política de endividamento financeiro da companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Desempenho das ações da Klabin

Cotação KLBN11

Gráfico gerado em: 30/11/2023
1 Dia

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião