Klabin (KLBN11) mais do que dobra lucro no 1T22 e tem Ebitda bilionário

A Klabin (KLBN11) fechou o primeiro trimestre de 2022 com um lucro líquido de R$ 875 milhões segundo resultado financeiro publicado antes do pregão desta terça-feira (3). A cifra representa uma alta de 108% na base de comparação anual, segundo a companhia.

Segundo o resultado da Klabin, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) saltou 35% no 1T22, fechando o período em R$ 1,726 bilhão.

A receita líquida foi de R$ 4,422 bilhões entre janeiro e março, alta de 28% na comparação com o primeiro trimestre de 2021, com “crescimento consistente em todas as linhas de negócio”.

O resultado financeiro da companhia teve uma despesa de R$ 77 milhões nos três primeiros meses de 2022, um recuo de 62% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Esse aumento expressivo, segundo o balanço da Klabin, é reflexo dos reajustes de preços implementados nos últimos trimestres, que compensaram custos elevados e a alta do dólar.

Klabin teve retração na dívida e na alavancagem

O Capex fechou o 1T22 com R$ 999 milhões, alta de 23% no comparativo anual. Já o retorno sobre o capital investido (ROIC, na sigla em inglês) foi de 20,1% no 1T22, alta de 3,5 p.p. na comparação com o 1T21.

Além disso, a dívida líquida da Klabin foi de R$ 17,890 bilhões no 1T22, uma queda de 18% em relação ao mesmo período de 2021. Com isso, a alavancagem financeira da empresa também reduziu.

O indicador, que é mensurado pela razão entre dívida líquida e Ebitda ajustado, ficou em 2,4x em no 1T22, uma retração de 1,8 vez em relação ao mesmo período de 2021.

Desempenho de KLBN11

Nos últimos cinco pregões, que precedem a divulgação do resultado, a queda das units da Klabin, negociadas sob o ticker KLBN11, foi de 5,1%, deixando os papéis a cotação de R$ 20,96.

Os últimos seis meses foram de uma queda de 6,4%, ante 18% de baixa desde o início do ano. Na janela de 12 meses. As ações da Klabin caem cerca de 24%.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO