JBS (JBSS3): MPF denuncia irmãos Batista por crimes de corrupção

JBS (JBSS3): MPF denuncia irmãos Batista por crimes de corrupção
O Ministério Público Federal apresentou uma denúncia contra os irmãos Batista, ex-executivo da JBS, por corrupção

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta quarta-feira (14) para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma denúncia contra os ex-empresários da JBS (JBSS3) Joesley Batista e Wesley Batista e contra o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

O mandatário e os dois ex-executivos da JBS são acusados pelos crimes de: corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O MPF denunciou o conselheiro do Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul, Márcio Campos Monteiro, e o ex-secretário de Fazenda do Estado, bem como outras 20 outras pessoas, acusadas de envolvimento em um esquema de corrupção ocorrido entre os anos de 2014 e 2016.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

A denúncia foi realizada com base nas provas obtidas por meio da Operação Vostok, em setembro de 2018. A acusação ainda utiliza informações reunidas a partir de acordos de delação premiada.

Os irmãos Batista também fecharam um acordo de colaboração, que chegou a ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, o acordo foi foi rescindido pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o que os levou a ser denunciados.

Os procuradores pedem, além da condenação pelos crimes, a decretação de perda do cargo público, para aqueles que são servidores públicos, e o pagamento de indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 277 milhões. O MPF defende que o esquema de corrupção entre a JBS e o governo do Mato Grosso do Sul acontece desde 2003 e que ainda teria envolvido a gestão de outros governadores.

Dona da JBS assume culpa nos EUA

Mais cedo na quarta-feira, a J&F, controladora da JBS, se declarou culpada por violação da legislação dos Estados Unidos contra crimes de corrupção. Com isso, a companhia fechou um acordo com o Departamento de Justiça norte-americano para pagar US$ 128 milhões (equivalente a R$ 716,54 milhões) ao país.

A companhia informou que o valor total acordado foi de US$ 256,5 milhões, porém o valor foi quitado com as autoridades brasileiras e abatido do montante a ser pago no país estrangeiro.

As ações da JBS na bolsa de valores brasileira, a B3, dispararam após a notícia e fecharam o pregão desta quarta-feira em alta de 9,2%, cotadas a R$ 21,48.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião