IPVA, IPTU, cartão de crédito: pesquisa mostra o que pesa mais no bolso do brasileiro em 2022

IPVA, IPTU, cartão de crédito: pesquisa mostra o que pesa mais no bolso do brasileiro em 2022
Calculadora. Foto: Pixabay

Todo mundo sentiu o bolso um pouco mais vazio com o peso da inflação neste começo de ano, mas uma pesquisa do Instituto Reclame AQUI buscou entender em qual das contas dos brasileiros (IPVA, IPTU, licenciamento, e outras) o aumento dos preços foi mais perceptível.

Entre os dias 17 e 19 de janeiro, a insituição questionou mais de 11 mil consumidores e chegou a seguinte conclusão:

IPVA, cartão de crédito e IPTU são as despesas que estão no top 3 de contas que mais pesam no orçamento dos brasileiros neste começo do ano. E foram poucos que responderam o contrário: o aumento dos valores nos boletos e nos bolsos foi praticamente unânime entre os entrevistados.

  • 90,8% dos consumidores sentiram o reflexo das contas mais altas no bolso;
  • 75,2% disseram que o orçamento para essas despesas está mais apertado neste início do ano;
  • 64,6% acham que as despesas dessa época do ano estão mais caras em 2022 do que foram em 2021.

Os indicadores econômicos do Brasil ajudam a entender por quê. Em 2021, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial de inflação do País, fechou com 10,6% de alta no acumulado de 2021. Trata-se da maior taxa acumulada desde 2015, quando a inflação foi de 10,67%.

E neste começo do ano, os números apontam para desaceleração, mas menor do que o esperado. O IPCA-15, considerado uma prévia da inflação oficial, registrou alta de 0,58% em janeiro frente expectativa de 0,44% do mercado.

“O IPCA-15 de janeiro surpreendeu a nós, que esperávamos 0,45% e a mediana do mercado em 0,44%. Em 12 messes o IPCA-15 desacelerou na margem, de 10,42% para 10,20%, mas isso não alivia em nada a perspectiva inflacionário que segue muito ruim”, comenta Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos.

A inflação direto no bolso

Como não tem jeito de fugir das contas de começo do ano, 47,6% dos respondentes da pesquisa Reclame AQUI afirmam que pagarão as despesas à vista, enquanto que 45% irão recorrer ao parcelamento.

Quando questionados se o dinheiro está garantido para o pagamento, 51,5% disseram que sim, pois já tinham feito a projeção de gastos, porém 24,3% afirmaram ainda não estar garantido.

Veja as principais respostas:

1.Você se planejou para pagar as primeiras contas de 2022 (IPVA, IPTU, seguros, etc.)?

Sim – 50,1%
Não – 49,9%

2. Quais contas que mais pesam no seu orçamento nesse começo de ano? (múltipla escolha)

  • IPVA – 23,5%
  • Licenciamento – 10,7%
  • IPTU – 17,7%
  • Seguro – 10,1%
  • Material escolar – 7,8%
  • Cartão de crédito – 21,5%
  • Matrícula/rematrícula escolar/universidade – 8,7%

3. Como você pretende pagar as contas?

  • À vista 47,6%
  • Parcelado 45%
  • Não vai pagar 7,3%

4. Está com o dinheiro garantido para o pagamento?

  • Sim, já fez a projeção de gastos – 51,5%
  • Ainda não está garantido – 24,3%
  • Não, e será necessário aderir a linhas de crédito e empréstimos – 10,3%
  • Precisa recorrer às reservas financeiras (poupança e outras aplicações e investimentos) – 13,9%

5. Suas despesas nesse começo de ano foram maiores do que em 2021?

  • Sim, maiores – 64,6%
  • Não, estão menores que o mesmo período do ano passado – 12,1%
  • Estão iguais – 23,3%

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO