Ibovespa oscila em dia de exterior positivo; Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4) avançam, Azul (AZUL4) lidera perdas e dólar passa a subir

O Ibovespa abriu a sessão desta quinta-feira (18) em alta, e vinha mantendo o viés positivo. Por volta do meio-dia, o índice avançava 0,45%, aos 124.731 pontos. Às 13h50, o índice caía 0,22%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

A busca de uma recuperação do Ibov hoje ocorre em meio à agenda esvaziada de indicadores. Assim, os investidores ficam concentrados em discursos previstos para hoje de dirigentes dos bancos centrais dos Estados Unidos e da Europa, além do Brasil.

Há pouco, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York, John Williams, disse que “eventualmente, os juros precisarão ser cortados, mas o momento será guiado pela economia.”

Nesta quinta, o presidente Roberto Campos Neto voltará a se pronunciar em entrevista do G20 em Washington. As palavras do presidente serão acompanhadas com afinco, dado que ontem ele sugeriu que há chance de uma taxa Selic terminal mais elevada. Campos Neto disse que as dúvidas externas podem levar a uma taxa de juros maior nos Estados Unidos, trazendo “muitas consequências” para o Brasil.

O petróleo opera em queda, mas a Petrobras avança: Petrobras ON (PETR3), +1,14% a R$ 41,62 e Petrobras PN (PETR4), +1,36% a R$ 40,32. A ação da Petrobras perdeu fôlego após o presidente da companhia Jean Paul Prates comentar que a pauta dos dividendos retidos não está na pauta da reunião do Conselho de Administração nesta sexta (19). PETR4 sobe 0,78% e PETR3 avança 0,80%.

A Vale (VALE3) tinha alta de 0,72% a R$ 62,55, beneficiada pelo minério de ferro, que fechou em alta de 3,07% nesta madrugada em Dalian, na China. Mas mudou o sinal perto das 14h e opera na estabilidade, caindo 0,05%.

Os bancos também botam pressão no índice: Itaú (ITUB4) cai 0,95%, o Bradesco (BBDC4) cede 0,72% e o Banco do Brasil recua 0,7%.

A maior alta do Ibov é da Totvs (TOTS3), +3,40% a R$ 28,01. Yduqs (YDUQ3), +3,28% a R$ 14,50 e Assaí (ASAI3), +2,26% a R$ 13,13, completam o top-3.

Na ponta negativa do índice Bovespa, Azul (AZUL4) lidera as perdas com -3,82% a R$ 10,07, seguida por Vamos (VAMO3), -2,61% a R$ 7,46 e BRF (BRFS3), -1,64% a R$ 16,79.

Mercado em NY

As bolsas de Nova York operam em alta nesta quinta-feira, com investidores de olho nos balanços das big techs. Hoje, a Netflix abre a sequência de resultados das empresas do segmento.

Confira o desempenho do mercado em NY por volta do meio-dia:

  • Dow Jones: +0,79% aos 38.051 pontos
  • S&P500: +0,55% aos 5.049 pontos
  • Nasdaq: +0,50% aos 15.761 pontos

Maiores altas e baixas do Ibovespa

Cotação do dólar

A cotação do dólar hoje avança 0,22% a R$ 5,2547

O dólar hoje chegou a cair mais cedo, mas agora sobe acompanhando o viés altista dos rendimentos dos treasuries nos Estados Unidos.

Bolsas asiáticas fecham no positivo, em movimento de correção

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira (18), com algumas delas interrompendo uma sequência de perdas recentes em meio ao desconto nos ativos, apesar do fraco desempenho de Wall Street ontem.

Liderando ganhos na região asiática hoje, o índice sul-coreano Kospi avançou 1,95% em Seul, a 2.634,70 pontos, depois de acumular perdas por quatro sessões consecutivas. O japonês Nikkei subiu 0,31% em Tóquio, a 38.079,70 pontos, após três pregões negativos, enquanto o Hang Seng teve alta de 0,82% em Hong Kong, a 16.385,87 pontos. Já o Taiex registrou ganho de 0,43% em Taiwan, a 20.301,20 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Tanto em Tóquio quanto em Seul, predominou a busca por ações que ficaram mais baratas na recente onda de liquidação.

Na China continental, os mercados ficaram perto da estabilidade e sem direção única, após os robustos ganhos de ontem. O Xangai Composto mostrou alta marginal de 0,09%, a 3.074,22 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,11%, a 1.698,92 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana também teve um dia de recuperação, após cinco pregões seguidos de perdas. O S&P/ASX 200 avançou 0,48% em Sydney, a 7.642,10 pontos.

O bom humor prevaleceu na Ásia e no Pacífico apesar das perdas generalizadas das bolsas de Nova York ontem, quando os índices S&P 500 e Nasdaq caíram pela quarta sessão consecutiva.

Último fechamento do Ibovespa

O Ibovespa encerrou a sessão de ontem (17) em queda de 0,17%, aos 124.171,15 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Guilherme Serrano Silva

Compartilhe sua opinião