Ibovespa cai aos 102 mil pontos; EzTec (EZTC3) recua 7%

O Ibovespa opera em queda de 0,85% aos 102.553 pontos na abertura de mercado desta sexta-feira (17), ainda mantendo o estresse no setor bancário no radar.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Além disso, como destaque no Ibovespa hoje, companhias do setor de construção civil marcam presença na ponta negativa do índice após a publicação de novos balanços trimestrais.

Nas bolsas mundiais, o S&P 500 recua 0,5% ao passo que o Dow Jones cai 0,7% durante as negociações que precedem a abertura de mercado (premarket).

Na Europa, 1% de recuo em Frankfurt (DAX) e 0,7% em Londres (FTSE). Nesse contexto, o índice pan-europeu cai 0,7%.

As commodities mostram mais um recuo do petróleo Brent, de 1% no intradia a US$ 74 por barril. Enquanto isso, o minério de ferro sobe 0,4% a US$ 132.

Os contratos futuros do dólar, com vencimento para abril, mostram alta de 0,4% a R$ 5,275.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Notícias que movimentam a Bolsa de Valores hoje

  • EzTec (EZTC3) tem lucro e Ebitda cortados ao meio
  • Oi (OIBR3) entra oficialmente em recuperação judicial
  • Cyrela (CYRE3): lucro líquido cai 4,5% no 4T22 e registra R$ 208 milhões; veja mais números

Resultado do EzTec no 4T22

A EzTec (EZTC3) registrou lucro líquido de R$ 31,5 no quarto trimestre de 2022, representnado queda de 56,5% ante igual etapa do ano anterior. O resultado da empresa foi divulgado no fim desta quinta-feira (17).

A receita líquida da EzTec no 4T22 subiu 76,2%, para R$ 310,8 milhões. Já a receita bruta com venda de imóveis subiu 73,1%, para R$ 341,9 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa foi de R$ 25,2 milhões, representando uma baixa de 49,8% na base anual.

Além disso, segundo o balanç da EzTec, o resultado financeiro da empresa foi de R$ 18,9 milhões, baixa de 44,5% na comparação ano a ano.

RJ da Oi

Fora do Ibovespa, a Oi (OIBR3), que solicitou recentemente à Justiça uma nova recuperação judicial, teve seu pedido aceito nesta quinta-feira (17).

Segundo comunicado pela companhia de telecomunicações na madrugada desta sexta (17), o Juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro deferiu o processamento do pedido de recuperação judicial da Oi.

O plano de recuperação judicial deve ser apresentado em cerca de 60 dias.

Além disso, foram determinados os administradores judiciais: Wald Administração de Falências e Empresas em Recuperação Judicial e K2 Consultoria Econômica.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Juntamente com o deferimento, ficou determinada a suspensão do curso da prescrição das obrigações, bem como a suspensão das execuções ajuizadas pelos credores particulares do sócio solidário, relativas a créditos ou obrigações sujeitos à Recuperação Judicial.

Os protestos e inscrições nos órgãos de proteção ao crédito também foram suspensos pelo prazo de 180 dias, contados da data decisão que concedeu a tutela cautelar antecedente.

Por fim, com a recuperação judicial da Oi fica proibida qualquer forma de retenção, arresto, penhora, sequestro, busca e apreensão e constrição judicial ou extrajudicial sobre os bens da companhia.

A manutenção das fianças judiciais e dos seguros garantia judiciais prestados por terceiros também foi decidida a favor da Oi.

Cyrela no 4T22

O lucro líquido da Cyrela no quarto trimestre de 2022 (4T22) caiu 4,5% em relação ao mesmo período do ano anterior e registrou o montante de R$ 208 milhões. No ano, o indicador recuou 11,5%, saindo de R$ 914 milhões em 2021 para R$ 809 milhões em 2022.

Em balanço divulgado nesta quinta-feira (16), a Cyrela registrou uma receita líquida de R$ 1,37 bilhão, alta de 4,1% em relação aos R$ 1,317 bilhão de 4T21. No acumulado do ano, a alta foi de 13% com os R$ 5,4 bilhões reportados.

Enquanto isso, o resultado financeiro líquido da Cyrela cresceu 89,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, saltando de R$ 14 milhões para R$ 26 milhões. No ano, o resultado foi positivo em R$ 68 milhões, sendo maior que os R$ 43 milhões do ano de 2021.

Já a margem líquida da incorporadora recuou 1,4 ponto percentual no comparativo anual, saindo de 16,5% no 4T21 para 15,2% no 4T22. Enquanto isso, a a margem bruta recuou 2 pontos percentuais, alcançando 31,4%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Maiores altas do Ibovespa

  • RRRP3: +12%
  • ECOR3: +8%
  • BRFS3: +2%
  • VALE3: +1,6%
  • MRFG3: +1,2%

Maiores baixas do Ibovespa

  • EZTC3: -7%
  • CYRE3: -6,2%
  • CYRE3: -5,9%
  • HAPV3: -4%
  • ELET6: -4%

Última cotação do Ibovespa

Ibovespa encerrou o pregão da quinta-feira (16) em alta de 0,74%, aos 103.434 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião