Balanços da semana

Ibovespa beira os 131 mil pontos impulsionado por Vale (VALE3) e Banco do Brasil (BBAS3); dólar cai

A abertura do Ibovespa nesta terça-feira (27) é marcada por a maior parte das ações subindo ou sem quedas significativas. Por volta das 10h18 de Brasília o índice registrava alta de 0,89%, a 130.756,92 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Na abertura do mercado, o preço do barril de petróleo Brent acumulava leve queda de 0,07%. Enquanto isso, a Petrobras (PETR4) tomava o rumo contrário, acumulando alta de 1,79% no pré-mercado, com o s papeis precificados a R$ 42,69. As ações ordinárias da petroleira (PETR3) estavam com uma variação relevante de +1,05%.

Negociado na Bolsa de Commodities de Dalian (DCE), as cotações futuras do minério de ferro de maio encerraram as negociações subiu 1,24%, a 897,5 iuanes (US$ 124,70) por tonelada. Em Cingapura, a commodity subia 1,75%, a US$ 117,45/tonelada.

Atreladas à commodity, as mineradores do índice disparam por volta das 10h30 de Brasília, como é o caso de:

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Maiores altas e baixas do Ibovespa de manhã

Por volta das 10h40, diversas companhias saltavam no início das negociações do dia. O Pão de Açúcar registravam alta de 5,71%, a R$

Em seguida, Eztec (EZTC3) e Azul (AZUL4) tinham as maiores taxas, de 4,84% e 4,77% respectivamente.

Na ponta negativa, destaque para Weg (WEGE3) com leve queda de 0,30%.

Cotação do dólar hoje

O dólar abriu a terça-feira (27) cotado a R$ 4,9706 (-0,20%) por volta das 10h30 (Brasília).

Bolsas europeias

Bolsas da Europa sobem levemente, após balanços e melhora na confiança do consumidor alemão
As bolsas europeias operam em leve alta na manhã desta terça-feira (27), enquanto investidores digerem balanços corporativos da região e um indicador que apontou ligeira melhora na confiança do consumidor alemão.

Já na Alemanha, o instituto GfK projetou que a confiança do consumidor na maior economia da Europa irá avançar levemente em março, para -29 pontos, embora o sentimento permaneça contido em meio a um fraco clima econômico.

Nas próximas horas, dados nos EUA sobre confiança do consumidor e encomendas de bens duráveis vão estar no radar dos investidores.

Às 6h37 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,09%, a de Paris avançava 0,05% e a de Frankfurt ganhava 0,42%. Já as de Milão e Lisboa tinham altas de 0,25% e 0,04%, respectivamente. Exceção, a de Madri caía 0,43%.

Bolsas asiáticas

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta terça-feira (27), após Wall Street dar uma pausa em seu recente rali ontem.

O Xangai Composto subiu 1,29%, a 3.015,48 pontos, retomando tendência de valorização interrompida ontem, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 2,35%, a 1.716,58 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve alta de 0,94% em Hong Kong, a 16.790,80 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi caiu 0,83% em Seul, a 2.625,05 pontos, e o Taiex recuou 0,49% em Taiwan, a 18.854,41 pontos.

O índice japonês Nikkei ficou praticamente estável em Tóquio, com alta de 0,01%, a 39.239,52 pontos, mas atingiu novo pico histórico pelo terceiro pregão seguido

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo quarto pregão seguido hoje, com a ajuda de ações de redes de supermercados. O S&P/ASX 200 teve ligeiro avanço de 0,13% em Sydney, a 7.663,00 pontos.

(Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo.)

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Camila Paim

Compartilhe sua opinião