Ibovespa fecha em alta e retoma 121 mil pontos; Vale (VALE3) cai e Petrobras (PETR4) sobe

O Ibovespa encerrou as negociações desta sexta-feira (21) em alta e retomou ao patamar dos 121 pontos. O principal índice acionário da bolsa brasileira avançou 0,74%, aos 121.341,13 pontos. Na semana, o indicador acumulou uma variação positiva de 1,40%. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home.png

Durante a sessão, o índice Bovespa oscilou entre a máxima de 121.580,05 pontos e a mínima de 120.061,04 pontos. Em um dia de fortes movimentações, o volume financeiro foi de R$ 30,60 bilhões.

Acompanhando a variação positiva das petroleiras, as ações da Petrobras fecharam em alta e contribuíram para os ganhos do indicador: Petrobras ON (PETR3) subiu 0,02%, a R$ 38,41, enquanto Petrobras PN (PETR4) avançou 0,60%, a R$ 36,72.

“As ações das petroleiras se valorizaram, na contramão do desempenho da commodity no mercado internacional. A Petrobras informou que, junto com a Gerdau (GGBR4) e a Naturgy, assinou um contrato para o fornecimento de gás natural no mercado livre de comercialização para atendimento à Cosigua, unidade de produção de aços longos da Gerdau no Rio de Janeiro”, explica Alexsandro Nishimura, economista e sócio da Nomos.

Por outro lado, os papéis da Vale (VALE3) fecharam no vermelho e impediram que o Ibov registrasse uma variação positiva ainda maior. As ações da mineradora recuaram 0,93%, a R$ 60,83.

“As ações da Vale e das siderúrgicas acompanharam a queda da commodity (minério de ferro) na bolsa de Cingapura, com rumores sobre um limite à produção de aço bruto na China, principal mercado consumidor do minério”, diz o analista.

O que movimentou o mercado hoje?

Em uma semana marcada pela decisão de política monetária do Banco Central (BC), os olhares do mercado se voltaram nesta sexta-feira para as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que falou novamente sobre a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom).

Durante uma entrevista para a Rádio Meio, do Piauí, o mandatário declarou que a decisão do Banco Central de manter os juros inalterados em 10,50% foi tomada “sem critério”. Além disso, Lula criticou ainda o sistema financeiro brasileiro. 

“A Caixa Econômica e o Banco do Brasil, sozinhos, têm mais créditos disponibilizados hoje do que os outros três bancos grandes. Por que isso? Porque o sistema financeiro brasileiro não está preocupado em fazer investimento na produção, no setor produtivo”, disse Lula. “Ele [o sistema financeiro brasileiro] está interessado em especular. É por isso que a taxa de juros fica a 10,5% sem nenhuma explicação, sem nenhum critério”, completou. 

No exterior, os investidores acompanharam a divulgação do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto dos EUA. O indicador atingiu a máxima de 26 meses em junho, informou a S&P Global. A leitura preliminar apontou para um PMI composto de 54,6 em junho, ante um resultado de 54,5 em maio.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Cotação do dólar 

Depois de cinco sessões seguidas de alta, o dólar comercial encerrou as negociações desta sexta-feira em baixa de 0,39%, negociado em R$ 5,441 na venda e R$ 5,440 na compra. Durante a sessão, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,424 e a máxima de R$ 5,462.

Apesar das perdas nesta sexta-feira, a divisa acumulou uma variação positiva de 1,12% na semana. 

“O dólar chegou a zerar as perdas ante o real durante a entrevista do presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, na qual mais uma vez fez críticas ao presidente do Bacen, Roberto Campos Neto. Porém, logo em seguida a moeda norte-americana voltou a se desvalorizar ante o real”, diz Nishimura.

Bolsas nos EUA fecham de forma mista

Os principais índices acionários dos Estados Unidos encerraram as negociações desta sexta-feira de forma mista, operando próximos da estabilidade, com destaque para os ativos do setor de tecnologia. Na semana, os indicadores acumulam alta.

A Dow Jones avançou 0,04%, aos 39.149,31 pontos, com variação positiva de 1,45% na semana. Já o S&P 500 fechou em baixa de 0,15%, aos 5.464,73 pontos, na contramão dos ganhos acumulados de 0,63% na semana. Além disso, a Nasdaq também encerrou no vermelho, com queda de 0,18%, aos 17.689,36, e teve leve alta acumulada de 0,03% ao longo da semana. 

Maiores altas e baixas do Ibovespa

Última cotação do Ibovespa

Ibovespa encerrou as negociações da última quinta-feira (20) em leve alta de 0,15%, aos 120.445,91 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Giovanna Oliveira

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno