DIVIDENDOS

Gerdau (GGBR4): números e dividendos robustos do 2T22 agradam analistas; recomendação é de compra

Gerdau (GGBR4): números e dividendos robustos do 2T22 agradam analistas; recomendação é de compra
Gerdau. Foto: Divulgação

Com a receita cobrindo os custos, a Gerdau (GGBR4) obteve um Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 6,7 bilhões, 14,6% maior em relação ao trimestre anterior, com avanço de 13,3% na comparação anual. Os ajustes de preço e o aumento de volume da receita sobressaíram aos custos. Esses números do segundo trimestre de 2022 agradaram o mercado e chamaram atenção de analistas, que ressaltaram também o pagamento de dividendos bilionários da Gerdau.

A Genial investimentos classificou o resultado como positivo e destacou que esse é o segundo melhor trimestre da história da companhia siderúrgica. A XP manteve a recomendação de compra para as ações da Gerdau, com preço alvo de R$ 33,80 por papel.

A receita líquida da Gerdau foi de R$ 23 bilhões no 2T22, o número é 13% maior na comparação entre trimestres e 20,1% na comparação anual.

Gerdau pagará dividendos bilionários

A companhia anunciou o pagamento de R$ 1,2 bilhão para dividendos, sendo R$ 0,71 por ação, ou seja, 12% a.a do valor de mercado. Os pagamentos serão realizados a partir de 25 de gosto. O dividend yield foi de 2,09% para a cotação atual.

Em seu relatório a XP destacou a dívida líquida de R$ 4,7 bilhões (o,18x Ebitda) e a dívida bruta de R$ 12 bilhões “Em nossa visão pode resultar em maiores pagamentos de dividendos nos próximos trimestres”, dizem os analistas da XP.

Recompra de ações

A Gerdau anunciou também um programa de recompra de ações. O programa, aprovado em 5 de maio de 2022, deu sinal verde para a recompra de até 55.000.000 ações preferenciais, cerca de 5% do free-float, com prazo máximo de 18 meses.

Até 18 de junho de 2022 a Gerdau havia adquirido 17.769.500 ações preferências, o que corresponde a cerca de 32% do total previsto. O preço médio foi de R$23,88.

O que esperar do futuro

Para a XP, os resultados continuam fortes e impulsionados pelo recorde de Ebitda e margens Ebitda nos Estados Unidos – R$ 2.836 milhões, maior da divisão América do Norte -, que se destacaram novamente nos resultados trimestrais.

Para a Genial, os próximos passos da mineradora dependerão, sobretudo, da situação global e conjuntura econômica dos Estados Unidos e Brasil. A gestora também destacou que a Gerdau apresentou os melhores números do segmento no trimestre. “Além disso, com base nas nossas percepções acerca das outras companhias, dificilmente alguma outra do setor superará esses números no trimestre.”

Marco Antônio Lopes

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO