BTLG11 anuncia dividendos para outubro; veja o valor

O fundo imobiliário BTLG11 divulgou seus novos dividendos para o mês de outubro, no valor de R$ 0,76 por cota, conforme comunicado pelo FII nesta sexta-feira (13). A quantia foi mantida em relação ao mês anterior e se repete pelo 4º mês consecutivo.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Os dividendos do BTLG11 serão pagos em 25 de outubro de 2023 e destinados aos cotistas que compraram cotas e se mantiveram com elas até o final da sessão de hoje (13).

Nos últimos 12 meses, os proventos somam R$ 8,96 por cota, que quando comparados ao valor da cota a mercado desta sexta-feira (13), de R$ 101,00, representa um dividend yield anual de 8,87%. No mês, o DY é de 0,752%.

No ano de 2023, esses dividendos totalizaram R$ 7,48 por cota, cerca de 1,63% acima dos rendimentos acumulados de janeiro a outubro de 2022, que foi de R$ 7,36 por cota.

Os rendimentos do BTLG11 são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas, conforme legislação aplicável a esse tipo de provento.

Veja quais foram os dividendos pagos pelo fundo no intervalo de 1 ano:

DATA DE CORTEDATA DE PAGAMENTOVALOR POR COTA
13/10/202325/10/2023R$ 0,76
15/09/202325/09/2023R$ 0,76
15/08/202325/08/2023R$ 0,76
14/07/202325/07/2023R$ 0,76
15/06/202323/06/2023R$ 0,74
15/05/202325/05/2023R$ 0,74
14/04/202325/04/2023R$ 0,74
15/03/202324/03/2023R$ 0,74
15/02/202324/02/2023R$ 0,74
13/01/202325/01/2023R$ 0,74
15/12/202223/12/2022R$ 0,74
14/11/202225/11/2022R$ 0,74

Saiba mais sobre o BTLG11

Com mais de 243,67 mil investidores, o fundo imobiliário BTLG11 é um dos maiores FIIs da Bolsa de Valores brasileira em número de cotistas.

O valor de mercado do FII BTLG11 é de R$ 2,877 bilhões, enquanto o patrimônio líquido é de R$ 2,799 bilhões. Assim, o preço sobre valor patrimonial (P/VP) é de 1,03.

O BTLG11 já realizou 11 emissões de cotas ao longo de sua história. Esse FII tem como principal objetivo alcançar renda e ganho de capital explorando empreendimentos imobiliários com foco nas operações do setor de logística.

O fundo tem 22 imóveis em sua carteira e 82% da Área Bruta Locável (ABL) está localizada no estado de São Paulo. O restante, de 18%, está situado em outros 5 estados: Minas Gerais (8%), Rio de Janeiro (3%), Ceará (3%), Bahia (2%) e Santa Catarina (1%).

Por fim, 71% da ABL do BTLG11 é do perfil logístico, enquanto 17% são do perfil de desenvolvimento. O restante está no setor industrial (7%) e de varejo (4%).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião