Equatorial (EQTL3): banco destaca processo de diversificação e recomenda compra das ações

Após investor day da Equatorial (EQTL3), o BTG Pactual reiterou recomendação de compra para as ações da companhia. Segundo o banco, o crescimento bem-sucedido nos últimos anos é respaldado por um excelente histórico de reestruturações com uma cultura meritocrática, focada na eficiência operacional e financeira.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

De acordo com o BTG, a Equatorial planeja se tornar um grupo de energia diversificado até 2025 e um grupo de infraestrutura até 2030. 

“Os segmentos prioritários são distribuição, transmissão, saneamento e renováveis, mas o crescimento da Equatorial também pode vir do comércio de energia, geração distribuída, telecomunicações, serviços financeiros e outras soluções”, diz o banco. 

Após a aquisição da CELG, a Equatorial elevou a alavancagem para 4,1x dívida líquida/Ebitda no final de 2022 e, desde o início deste ano, está em uma trajetória de desalavancagem, encerrando o terceiro trimestre em 3,6x dívida líquida/Ebitda. 

Além disso, segundo o BTG, a desalavancagem da Equatorial deve se acelerar no próximo ano, com o Ebitda das distribuidoras pós-revisão tarifária e o progresso adicional nas reestruturações de CEEE, CEA e CELG. 

“A administração destacou que o saneamento é a principal via de crescimento no setor de serviços públicos, com um grande pipeline de concessões programadas para leilão nos próximos anos”, informa a equipe do BTG. 

No segmento de transmissão, a companhia acredita que entrou no momento certo, quando a concorrência era baixa, garantindo retornos sólidos. Recentemente, ela se desfez da Intesa e analisará oportunidades futuras de reciclagem de ativos de transmissão.

Neste contexto, o BTG recomenda compra das ações da Equatorial, com preço-alvo de R$ 37. Nesta quarta (22) os papéis da elétrica sobem 0,82%, cotados a R$ 34,34.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Equatorial fará 2ª emissão de notas comerciais

Nesta semana, a Equatorial solicitou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o registro automático da oferta pública de distribuição primária de até 1.3 bilhão de notas comerciais escriturais, em série única, da segunda emissão, todas com valor nominal unitário de R$ 1.

Lucro líquido tem alta de 25,5%

A Equatorial registrou lucro líquido ajustado de R$ 851 milhões no terceiro trimestre de 2023 (3T23), montante 25,5% superior ao reportado no mesmo período de 2022.

O Ebitda, lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização ajustado, totalizou R$ 2,522 bilhões no 3T23, um crescimento de 32,7% em relação ao 3T22.

A receita líquida da Equatorial atingiu R$ 10,362 bilhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 50,6% na base anual.

Desempenho anual das ações da Equatorial

Cotação EQTL3

Gráfico gerado em: 22/11/2023
1 Ano

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno