Dólar opera em alta com cortes de juros da China no radar

O dólar inicia em alta nesta quinta-feira (20) com estímulos do Banco Central da China, coronavírus, Brexit e reforma administrativa no radar.

Por volta das 9h30, o dólar variava positivamente a 0,376% sendo negociado a R$ 4,38. O mercado está atento aos estímulos do Banco Central chinês para tentar conter os efeitos do coronavírus na economia.

Além disso, outros assuntos que movimentam o mercado: sobe para 2,1 mil número de vítimas do novo vírus, Reino estabelece novas medidas de imigração e reforma administrativa foi adiada novamente.

BC da China

O Banco Central da China cortou as taxas de referência para empréstimos de curto e longo prazos caíram este mês.

O juro do empréstimo prime (LPR) de um ano caiu de 4,15% em janeiro para 4,05% em fevereiro. O LPR para cinco anos e o de longo prazo também registrou queda, passando de 4,80% para 4,75%.

O objetivo de Pequim é intesificar esforços para conter os efeitos do novo coronavírus (Covid-19) na economia chinesa.

Coronavírus

O número de mortes provocadas pelo coronavírus  alcançou 2.114 na China. Outras 74.639 pessoas foram infectadas pelo vírus. Por outro lado, no mesmo período de tempo outras 7.862 mil pessoas receberam alta hospitalar na China.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Além dos óbitos no território da China continental, foram registradas outras quatro mortes fora do país asiático. A última foi registrada na França, onde um turista chinês de 80 anos da cidade de Hubei, epicentro da epidemia, faleceu em Paris. Essa foi a primeira morte provocada pelo vírus na Europa.

Brexit

Após concluir o Brexit e sair da União Europeia (UE), o Reino Unido estabeleceu uma série de medidas para seu novo sistema de imigração. Será dada prioridade às “mentes brilhantes” no lugar dos “trabalhadores pouco qualificados”.

Saiba Mais: Brexit: após sair da União Europeia, Reino Unido altera sistema de imigração

A medida, que entrará em vigor em 1º de janeiro de 2021, momento exatamente posterior ao fim do período de transição do Brexit, atribuirá pontos de acordo com as habilidades, níveis salariais e diplomas. Segundo as informações do governo britânico, cidadãos europeus e não europeus serão tratados da mesma maneira. Brasileiros com passaporte europeu estão incluídos nesta categoria.

Reforma administrativa

O governo federal postergou nesta quarta-feira (19) o envio da proposta de reforma administrativa para o Congresso Nacional. O presidente da República Jair Bolsonaro havia prometido enviar o texto até a próxima quinta-feira (20).

Saiba Mais: Reforma administrativa: governo adia envio da proposta ao Congresso

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, tem exercido pressão sobre os outros membros do governo para que a proposta seja encaminhada o quanto antes. O texto da reforma administrativa foi elaborado pela equipe econômica já no ano passado, porém não foi enviada ao Legislativo.

Última cotação do dólar

Na última sessão, quarta-feira (19), o dólar encerrou em alta de 0,17% a R$ 4,36.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião