Grana na conta

Cyrela (CYRE3): banco recomenda compra das ações e eleva preço-alvo; entenda os motivos

O Santander manteve recomendação de compra para as ações da Cyrela (CYRE3), colocando a incorporadora entre os nomes preferidos na construção de casas de renda média e alta. Para os analistas do banco, a companhia tem um sólido impulso nos ganhos de CAGR (taxa de crescimento anual composto) e lançamentos de excelentes projetos. 

Outro ponto destacado pela equipe do Santander é o potencial de expansão consistente do ROE (Retorno sobre Patrimônio) nos próximos anos, cerca de 15,5% para 2025. Além disso, analistas avaliam que a empresa tem um potencial para ser anticíclica e teve aceleração das vendas nos últimos dois anos, independente das taxas de juros. 

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

“Vale ressaltar que esperamos que a Cyrela também se beneficie com a aceleração do ciclo de redução da taxa Selic, mesmo que não vejamos as taxas de juros hipotecários diminuindo na mesma proporção”, diz o Santander.

Atualmente, a Cyrela está sendo negociada a um múltiplo P/E de 12 meses de 9,2x. Neste cenário, o banco recomenda compra das ações da Cyrela, com preço-alvo elevado de R$ 22,50 para R$ 28.

Cyrela: analistas aumentam estimativas de lançamentos

O Santander aumentou em cerca de 9% as estimativas de lançamentos e pré-vendas da Cyrela para 2023 a 2025. De acordo com o banco, os novos números refletem o sólido desempenho de pré-vendas nos últimos anos e o fato de a empresa adquirir terrenos com sucesso para lançamentos futuros, com possibilidade de margem bruta de cerca de 34%. 

“Estamos aumentando ligeiramente nossas estimativas de margem bruta em uma média de 50 pontos-base para 2023-25 para refletir as indicações da empresa de que novos projetos podem ter uma rentabilidade melhor do que no ciclo anterior”, destaca o Santander. 

O banco ainda projeta um lucro líquido de R$ 1,97 bilhão para 2024 e R$ 1,29 bilhão para 2025, um aumento de 3% e 14%, respectivamente, em comparação a estimativas anteriores. Também é esperado uma melhor diluição de despesas gerais e administrativas (SG&A), o que resultará em margens Ebitda  ajustado de 21,5% em 2024 e 23,4% em 2025.

Analistas apontam que desde 2019 a Cyrela tem ainda apresentado níveis saudáveis de estoques, em torno de  1,1x em relação às pré-vendas acumuladas nos últimos 12 meses. Pares como Even (EVEN3) e EzTec (EZTC3) têm hoje níveis médios de estoque de 1,7x e 1,8x, respectivamente. 

Vendas líquidas somaram R$ 2.4 bilhões no 2T23

A Cyrela anunciou que suas vendas líquidas somaram R$ 2.4 bilhões no 2T23. Para o Goldman Sachs e Santander, os resultados da incorporadora são sólidos, superando as expectativas.

Segundo o Goldman Sachs, as vendas da Cyrela foram acima da expectativa, atingindo R$ 2,5 bilhões em comparação com R$ 1,4 bilhão estimado pelos analistas. Foi um aumento de 61% em relação ao trimestre anterior e 54% frente ao mesmo período do ano passado.

“O principal fator para esse aumento nas vendas foram as vendas de apartamentos de média/alta renda, que subiram 86% (trimestralmente) e 79% (base anual) contra 15% e 7% para o restante do produto Cyrela (que inclui baixa renda)”, avalia a equipe do Goldman Sachs.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Além disso, a proporção de vendas de imóveis de média e alta renda em relação ao total de vendas aumentou, representando 76% das vendas totais ante 66% no primeiro trimestre de 2023.

Lançamentos de imóveis acima das expectativas, diz Goldman Sachs

Os lançamentos de novos empreendimentos da Cyrela também foram fortes, quase dobrando as expectativas, alcançando R$ 3,5 bilhões frente ao R$ 1,8 bilhão estimado.

“Mais uma vez, a renda média/alta é o principal impulsionador, já que os lançamentos de
média/alta cresceram 241% (trimestral) e 77% (base anual), contra -1% e -25% para o restante. E 88% dos lançamentos foram focados no médio/alto padrão”, afirmam os analistas.

A partir desses dados, o Goldman Sachs avalia ser um bom cenário no setor imobiliário para Cyrela, recomendando a compra de suas ações, com preço-alvo de R$ 23, com “uma combinação de forte balanço patrimonial e perspectivas de melhora nas taxas, o que pode fornecer mais vento favorável para as vendas.”

Cotação

Hoje, as ações da Cyrela tiveram alta de 0,65%, cotadas a R$ 21,82.

Cotação CYRE3

Gráfico gerado em: 18/09/2023
1 Ano

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião