CPFL (CPFE3) projeta investimentos de R$ 28,4 bi entre 2024 e 2028

A CPFL (CPFE3) anunciou, nesta terça-feira (26), que projetou um investimento de R$ 28,373 bilhões em seus negócios de distribuição, transmissão, geração e comercialização de energia entre 2024 e 2028.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Em relação a CPFL, a maior parcela dos investimentos da empresa será destinada ao setor de distribuição, prevendo a alocação de aproximadamente R$ 23,425 bilhões nos próximos anos.

No que tange à transmissão de energia, estima-se aportes de R$ 3,499 bilhões, enquanto a geração receberá um montante ligeiramente superior a R$ 1 bilhão. Quanto à comercialização, está previsto um investimento de R$ 410 milhões.

O cronograma da CPFL mostra que os investimentos totais aumentam para R$ 5,922 bilhões em 2024, atingindo R$ 6,064 bilhões em 2025, com uma redução para R$ 5,860 bilhões em 2026, seguida por R$ 5,643 bilhões em 2027 e, finalmente, R$ 4,884 bilhões em 2028.

Para o ano de 2024, a empresa tem projeções específicas de aportes na distribuição, incluindo R$ 1,902 bilhão na CPFL Paulista, R$ 520 milhões na CPFL Piratininga, R$ 432 milhões na CPFL Santa Cruz e R$ 1,818 bilhão na RGE Sul.

Lucro da CPFL teve redução de 7,5% no 3T23

A CPFL Energia reportou lucro líquido de R$ 1,313 bilhão no terceiro trimestre de 2023 (3T23). O montante representa redução de 7,5% ante o reportado entre julho e setembro do ano passado. No acumulado de nove meses, a companhia registrou lucro líquido de R$ 4,21 bilhões, valor 9,5% superior ao mesmo período de 2022.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) no terceiro trimestre foi de R$ 3,134 bilhões, que equivale a uma alta de 5,6% na comparação anual. De janeiro a setembro, o Ebitda da CPFL foi de R$ 9,719 bilhões, montante 14,9% maior que o apurado no acumulado dos três primeiros trimestres do ano passado.

Já a receita operacional líquida da CPFL no 3T23 foi de R$ 9,975 bilhões na primeira metade do semestre, valor 0,3% menor que o mesmo período do ano passado.

Lucro por segmento no 3T23

O segmento de distribuição da CPFL obteve lucro líquido de R$ 603 milhões no terceiro trimestre do ano, enquanto o de geração obteve R$ 600 milhões no mesmo período. Nos dois casos, os valores representam queda de 2,9% ante o reportado no mesmo trimestre de 2022.

Em transmissão, o lucro líquido do trimestre da CPFL foi de R$ 120 milhões, uma queda de 48,2% frente ao desempenho de julho a setembro do ano passado.

De acordo com o presidente da empresa, Gustavo Estrella, a redução se deve a um evento não recorrente positivo ocorrido no mesmo período do ano passado. “Foi uma recontabilização que a gente fez e aí na comparação acaba dando essa variação, mas é não recorrente”, afirmou.

A CPFL encerrou o terceiro trimestre com dívida líquida de R$ 23,1 bilhões. A alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda, ficou em 1,71 vez. De acordo com o executivo, é uma alavancagem “bastante confortável” uma vez que o covenant financeiro da companhia é de até 3,75 vezes.

Cotação: CPFL tem alta hoje

Na tarde desta terça-feira (26), as ações da CPFL tem alta 0,077%, cotadas a R$ 38,77.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno