Grana na conta

Copasa (CSMG3): lucro sobe 38,2% no 2T23, para R$ 249 milhões

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, a Copasa (CSMG3) reportou seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2023, apresentando um crescimento expressivo no lucro líquido e EBITDA ajustado. Apesar disso, a companhia ainda ficou abaixo do projetado pelo consenso Bloomberg em ambos os indicadores financeiros.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

O lucro líquido da Copasa alcançou R$ 249,3 milhões, um aumento de 38,2% em relação ao mesmo período de 2022. O consenso de mercado, contudo, mirava R$ 293 milhões de lucro.

O EBITDA ajustado totalizou R$ 647,8 milhões no 2T23, representando um crescimento de 31,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

A margem EBITDA ajustada atingiu 40,4%, mostrando um aumento de 4,8 pontos percentuais frente ao 2T22.

A receita líquida da Copasa somou R$ 1,57 bilhão no segundo trimestre deste ano, apresentando um crescimento de 17,6% em comparação com igual período de 2022.

O lucro bruto foi de R$ 660,9 milhões entre abril e junho de 2023, representando um aumento de 14,1% na comparação anual.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 21,7 milhões no segundo trimestre de 2023, uma diminuição de 72,8% em relação às perdas financeiras do mesmo período de 2022.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Custos, despesas e investimentos da Copasa no 2T23

Os custos e despesas totalizaram R$ 1,22 bilhão no 2T23, representando um aumento de 10,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, desconsiderando os R$ 115,1 milhões provisionados para o PDVI.

A empresa realizou investimentos estratégicos durante o primeiro semestre de 2023, totalizando R$ 676,5 milhões, um aumento de 21,8% em relação a igual período de 2022.

Em 30 de junho de 2023, a dívida líquida da companhia era de R$ 3,33 bilhões, um crescimento de 9,9% em relação à mesma data de 2022. O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/EBITDA ajustado, ficou em 1,5 vez em junho de 2023, uma queda de 0,5 p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Os resultados financeiros positivos refletem a eficiência operacional da Copasa e seu compromisso em gerar valor para seus acionistas. A empresa continua buscando melhorias em suas operações e investindo em projetos estratégicos, mostrando-se confiante em suas perspectivas futuras no setor de saneamento. O mercado estará atento à trajetória da Copasa (CSMG3) na B3, acompanhando seu desempenho nos próximos trimestres.

Desempenho de CSMG3

Cotação CSMG3

Gráfico gerado em: 31/07/2023
1 Ano

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião