Conselhos de Fiat e Peugeot aprovam acordo de fusão entre as empresas

A italiana Fiat Chrysler e a francesa PSA, empresa mãe da Peugeot e da Citroen, anunciaram nesta quarta-feira (18) que chegaram a um acordo de fusão, avaliado em US$ 50 bilhões. Com a confirmação do negócio, a nova empresa deverá ser a quarta maior montadora do mundo. O faturamento estimado é de 170 bilhões de euros.

A nova companhia ainda não possui nome definido e terá sob seu comando as marcas:

  • Fiat
  • Jeep
  • Peugeot
  • Citroen

As fabricantes ainda não anunciaram se as operações brasileiras serão impactadas pela fusão das empresas. O negócio entre as empresas inclui carros de luxo, SUVs, picapes e comerciais leves. Dessa forma, a nova montadora irá atender desde demandas de carros populares até os carros da categoria “premium”. A sede da controladora do grupo ficará na Holanda. O atual presidente da Fiat Chrysler, John Elkann, será o presidente da nova companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

No ano passado, somadas, as empresas fabricaram 8,7 milhões de veículos. O potencial da nova empresa, entretanto, pode passar dos 13 milhões de unidades, de acordo com estimativas da empresa de consultoria LMC Automotive.

Vale destacar que há cerca de seis meses a Fiat tentou fazer uma negociação parecida com a Renault, entretanto a operação não deu certo. A proposta era parecida e dividia igualmente a participação de cada empresa.

Benefícios da fusão entre as montadoras

A fusão entre a Fiat e a Peugeot irá ajudar as duas companhias a arrecadarem recursos para atenderem as novas regras mais rigorosas de emissões de carbono. Além disso, o negócio tornará mais fácil os investimentos em veículos elétricos e autônomos.

Veja também: Acionistas da Peugeot assumirão os riscos da fusão com Fiat, diz banco

O apoio dos sindicatos da Europa é importante para a empresa que será criada. A joint-venture entre Fiat e Peugeot irá empregar mais de 400 mil funcionários, além de operar centenas de fábricas no mundo inteiro, contando inclusive com operação no Brasil.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno