Rodrigo Cohen

Gastos de fim de ano: como evitar cair em dívidas

Como lidar com esses gastos de fim de ano de maneira responsável e preparar-se financeiramente para os gastos do início do ano que vem? Como evitar que esse período resulte em dívidas inesperadas?

O fim do ano chegou! E costuma ser uma época de diversas celebrações, reuniões familiares e presentes. No entanto, para muitas pessoas, também é uma temporada de desafios financeiros devido aos gastos extras relacionados a presentes, festas e viagens.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Além disso, a chegada do novo ano traz também a preocupação com novos gastos como IPTU, IPVA e matrícula escolar. Mas como lidar com esses gastos de fim de ano de maneira responsável e preparar-se financeiramente para os gastos do início do ano que vem? Como evitar que esse período resulte em dívidas inesperadas? Veja algumas das minhas sugestões e se alguma delas te ajudar a terminar o ano sem dívidas, tenho certeza que começará 2024 com o pé direito! E ainda com uma graninha extra para poder investir.

Estabeleça um limite de gastos: Não vá para o shopping sem antes ter uma noção do valor limite que você pode e deseja gastar. Cuidado com promoções que podem fazer você comprar itens que não são necessários no momento. Por isso, além de listar os presentes que deseja comprar, estabeleça um limite a ser pago para cada um. Também é válido ir acompanhando com antecedência os preços desses produtos antes de ir às compras. Sites de monitoramento de preços mostram o histórico de valores, o que é vantajoso para saber se aquele presente está mais barato ou mais caro que o normal.

Aproveite o décimo terceiro com consciência: Nessa época de fim de ano, muitos ficam ansiosos para a chegada do tão esperado décimo terceiro. De fato, ele pode ser um ótimo aliado nessa época e contribuir com esses gastos extras. Mas cuidado com a ideia de que está com mais dinheiro e, portanto, pode gastar mais. Não se esqueça que antes de fazer uso dele, é preciso que você não tenha nenhuma dívida em aberto, pois caso tenha, pagá-las deve ser sua prioridade para evitar que o valor se multiplique devido aos juros. Em vez de gastar o dinheiro todo com presentes, tente deixar uma parte para se preparar para aqueles gastos que virão logo no início do ano.

Cuidado com o cartão de crédito: O cartão de crédito é um excelente aliado no parcelamento de compras sem juros e que acaba colaborando para não pesar o orçamento e facilitando o pagamento ao longo dos meses seguintes. Além disso, a pontuação acumulada pode reverter em milhas e pontos para gastar com viagens e produtos, o que é muito vantajoso. Porém, é preciso tomar cuidado para não extrapolar demais nas compras realizadas, já que o pagamento diluído pode dar a impressão de que se pode gastar mais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Planeje com antecedência as viagens: Se você planeja viajar durante as festas, reserve passagens e hospedagens com antecedência para aproveitar descontos e evitar preços elevados de última hora. Considere opções mais acessíveis, como hospedagens alternativas e transporte público, sempre mantendo um olho no orçamento.

Reflita sobre metas financeiras: Além de lidar com os gastos imediatos, é crucial olhar para o futuro. Estabeleça metas financeiras realistas para o próximo ano, como a criação de uma reserva de emergência ou a quitação de dívidas pendentes. Isso ajudará a manter o equilíbrio financeiro ao longo do ano e se planejar para gastos futuros. Além disso, auxiliará a ter uma graninha extra para os mesmos gastos de fim de ano, viagens e, quem sabe, começar a investir, caso ainda não tenha uma carteira de investimentos.

Me segue lá no Instagram (@rodrigocohenoficial) e no Youtube (@RodrigoCohenOficial)

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Rodrigo Cohen
Mais dos Colunistas
Marina Gonçalves Planejamento patrimonial: entenda o que é e quando faz sentido utilizar o “testamento vital”

A Pandemia de Covid-19 trouxe um assunto à tona, muitas vezes deixado de lado por muitas famílias: a sucessão patrimonial. Milhões de pessoas foram afetadas pela crise...

Marina Gonçalves
Marcos Figueiredo Liberdade financeira é poder fazer escolhas

Quando os pais colocam os filhos para praticar um esporte, eles não costumam ter a expectativa de criar o novo Rafael Nadal ou a nova Serena Williams. Mas, curiosament...

Marcos Figueiredo

Compartilhe sua opinião