Pyr Marcondes

Mercado de M&A atinge patamares recordes em meio à pandemia

Refinitiv, empresa especializada em análises do mercado financeiro no mundo, registra negócios no valor de US $ 3,6 trilhões no acumulado deste ano, ultrapassando o total anual de US $ 3,59 trilhões de 2020

Os dados são da Refinitiv, empresa britânico-norte-americana especializada em análises do mercado financeiro global: “A atividade global de fusões e aquisições (M&A) atingiu novos recordes, aproveitando a sequência recorde de negociações desde o início do ano, auxiliada por baixas taxas de juros e alta nos preços das ações.”

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-Banner-Home-1.png

De acordo com a companhia, o valor total de negócios em 2021 já atingiu US $ 3,6 trilhões no acumulado do ano, ultrapassando o total anual de US $ 3,59 trilhões de 2020. E neste ano, já foram anunciados 35.128 negócios, um salto de 24% em relação ao ano passado.

“O momento de M&A aponta para um mercado fundamentalmente forte olhando para o futuro. Este ritmo de negociação pode continuar pelos próximos 18-24 meses, com novas soluções de financiamento e setores impulsionando a atividade”, disse Andrea Guerzoni, vice-presidente global da Ernst & Young, registra a Agência Reuters.

EUA foram responsáveis por US$ 2,14 tri em fusões e aquisições

“A forte demanda de private equity e a recuperação nas aquisições das SPACs (Special-Purpose Aquisition Companies) devem suportar um robusto pipeline de negócios no curto e médio prazo”, analisa ela.

Os Estados Unidos sozinhos foram responsáveis por US$ 2,14 trilhões em transações de fusões e aquisições este ano, enquanto a Europa e a Ásia-Pacífico arrecadaram US$ 657 bilhões e US $ 620 bilhões, respectivamente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Matthew Barbieri, sócio responsável pela Wiss & Company, disse que os eminentes aumentos de impostos sobre as transações de capital impulsionaram a atividade de M&A nos EUA. “Você, como vendedor, está enfrentando o fato de que, se esperar até que a nova legislação tributária seja aprovada, e se ela for aprovada da maneira como está sendo apresentada agora, você terá um acerto de aproximadamente 20% no valor líquido da transação “, disse Barbieri.

Fusões e aquisições de serviços financeiros: US$ 442 bi

O setor de tecnologia, que normalmente responde pela maior parte do volume de negócios a cada trimestre, continuou a liderar negócios no valor de US$ 799 bilhões, que foram anunciados pelo setor. Os volumes de Fusões e Aquisições de serviços financeiros ficaram em US$ 442 bilhões, enquanto os setores industriais responderam por US$ 438 bilhões.

Analistas acreditam que as negociações a partir de grandes empresas (Corporate Ventures), que acumularam níveis recordes de caixa recentemente, aumentarão ainda mais os volumes de fusões e aquisições no curto prazo.

“As empresas de private equity têm quase US$ 2 trilhões à disposição e há uma quantidade semelhante de dinheiro nos balanços do S&P 500. Combine os meios financeiros para fazer negócios com a necessidade de reajustar os modelos de negócios para o mundo pós-pandemia, e você encontrará organizações cada vez mais interessadas em suas opções de fusões e aquisições “, disse Jeff Black, sócio da Mercer.

A fusão entre a Warner Media e a Discovery (DISCA.O) da AT&T (TN), dona de redes de TV de estilo de vida como HGTV e TLC, é o maior negócio do ano até agora, com o valor empresarial da nova empresa combinada em mais de US $ 120 bilhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Os dados mais recentes da Refinitiv revelaram que setores que ainda estão lutando contra a pandemia, como varejo de consumo e empresas de viagens, ficaram atrás de outros setores aquisitivos, como tecnologia e saúde em atividades de fusões e aquisições este ano.

O setor de energia renovável arrecadou cerca de US$ 18 bilhões em negócios até agora este ano, mais do que o dobro do volume de fusões e aquisições gerado no ano passado. “Já os negócios envolvendo atividades ESG estão se tornando cada vez mais uma parte integrante das decisões de investimento”, disse Guerzoni da Ernst & Young.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2021/06/78866cc1-banner-home-6-4.jpg

Em outras palavras, a tendência é de alta e veio para ficar.

*Pyr Marcondes é Senior Partner da Pipeline Capital, uma Capital Tech Driven Company

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Pyr Marcondes
Mais dos Colunistas
Carolina Perroni Banco ou investidor? Como decidir sobre a melhor forma de financiar o crescimento do negócio

Depois de realizar o sonho de tirar uma ideia do papel e montar o próprio negócio, a segunda etapa a ser vencida por aqueles que decidem empreender é como tracionar e ...

Carolina Perroni
Ricardo Thomazinho Operações de M&A seguem aquecidas no setor elétrico; estruturas se subordinam a regras específicas

Há um crescimento de investimentos em energia no Brasil, principalmente em renováveis, impulsionado pelos temas de transição energética e pela ascensão do ESG. Da mesm...

Ricardo Thomazinho

Compartilhe sua opinião