Alan Gandelman

O mercado estressa…

Anúncio de um novo auxílio/bolsa família de R$ 400 mensais, que aumenta os gastos do governo e fura o teto de gastos, gerou um tsunami no mercado

Quando a situação econômica, política, fiscal e internacional já está abalada suficientemente com tudo que vem acontecendo nos cenários interno e global, a máxima de que tudo ainda pode piorar parece mais um mantra que uma máxima e, pior, diária. O anúncio de um novo auxílio/bolsa família de R$ 400 mensais (acima dos R$ 300 correntes), que aumenta os gastos do governo em estimados R$ 30 bilhões e, por via de consequência, fura o teto de gastos, gerou um tsunami no mercado.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Bolsa de Valores em forte queda, dólar em alta forte e ameaças de demissões no time da economia pegaram a todos de surpresa, principalmente os investidores, que tomaram fortes posições defensivas em seus ativos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

A lógica de que o auxílio maior aquece a economia encontra uma verdadeira muralha quando o contraponto é a reação do mercado e por via de consequência a piora dos ativos, em particular o dólar . Sabe-se que quanto maior o dólar maior a inflação, principalmente nesse momento de petróleo em altas recordes e outras commodities continuando a subir no plano global.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2021/06/78866cc1-banner-home-6-4.jpg

Se por um lado os mais carentes se beneficiam de um auxílio maior, uma inflação crescente e um efeito mais devastador para esse mesmo povo que já vem sofrendo com altas sucessivas em praticamente tudo.

O Brasil permanece um país extremamente atrativo para investidores externos, porém a ameaça de um furo no teto afugenta a todos, olhando de lupa a política e a situação fiscal do país… e sentados em suas cadeiras e mesas de operações, esperam ansiosamente as cenas dos próximos capítulos para então resolvam se o Brasil é um good buy (boa compra) ou um goodbye (adeus) por ora.

Acredito que o bom senso vai prevalecer, dado o calibre da excelente equipe econômica que temos. Porém, assim como os investidores externos, vamos aguardar os próximos capítulos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Alan Gandelman
Mais dos Colunistas
Piter Carvalho Sonho de verão

O Brasil tem feito sua lição de casa e se esforçado para passar de ano, mesmo que seja com nota seis. O país conseguiu caminhar bem com o novo arcabouço fiscal que ent...

Piter Carvalho
Mateus Carvalho Investimento em ações, moda ou filosofia?

Desde março de 2020 vivemos uma tendência de queda de preços generalizada nos mercados acionários nacionais e internacionais. Portanto, as perguntas que não param de a...

Mateus Carvalho

Compartilhe sua opinião