AGENDA

BR Properties (BRPR3) tem alta de 135% no lucro do 3T21, para R$ R$ 38,3 mi

BR Properties (BRPR3) tem alta de 135% no lucro do 3T21, para R$ R$ 38,3 mi
Prédios. Foto: Pexels por Pixabay

A BR Properties (BRPR3) anotou um lucro líquido de R$ 38,263 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 135% em comparação com o ganho de R$ 16,260 milhões apurado um ano antes.

Em seu balanço divulgado nesta quinta-feira (4), a BR Properties apontou que, desconsiderando os efeitos não caixa e não recorrentes do trimestre, o lucro líquido ajustado (FFO) ao final de setembro foi de R$ 19,8 milhões, correspondendo a uma redução nominal de R$ 28,9 milhões comparada ao terceiro trimestre de 2020.

“A redução no FFO é justificada majoritariamente pelo aumento da despesa financeira líquida em razão do aumento na taxa Selic no período, pela redução do caixa da Companhia associada à aquisição do Parque da Cidade, e ao investimento no Galpão Cajamar”, explica a companhia.

Além disso, a receita líquida da companhia entre julho e setembro desse ano totalizou R$ 83,5 milhões, alta de 6% ante a receita apurada no mesmo período no ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) registrado ao final do penúltimo trimestre do ano foi de R$ 58,3 milhões, valor 0,8% menor do que o visto um ano antes. Na mesma comparação, a margem Ebitda passou de 75%, para 70%.

A BR Properties encerrou o trimestre com uma dívida líquida de R$ 1,931 bilhão, 5% menor do que a dívida ao final do segundo trimestre.

Locações da BR Properties

A companhia destacou ainda que o valor médio por metro quadrado das mesmas propriedades, considerando contratos correntes e novas locações, apresentou um aumento nominal de 7,7% em relação ao penúltimo trimestre de 2020.

Ao longo do trimestre e no mês de outubro, a companhia comercializou 10.796 metros quadrados de ABL em novas locações, totalizando 98.694 metros quadrados no acumulado do ano. O balanço destaca que o volume total locado no trimestre 8.596 m² corresponde às locações na cidade São Paulo e 2.200 m² às no Rio de Janeiro.

As taxas de vacância financeira e física da BR Properties encerraram o trimestre em 9,6% e 30,8%, respectivamente. “Desconsiderando os 101.926 m² adquiridos no Complexo Parque da Cidade, as taxas de vacância financeira e física são de 16,5% e 19,2%”, diz o documento.

Cotação da BRPR3

A ação da BR Properties (BRPR3) encerrou o pregão de hoje em queda de 0,13%, valendo R$ 7,81, antes da divulgação do balanço.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!