Patrocinado por:

Bolsonaro cobra Petrobras (PETR4) por redução no preço do gás

Bolsonaro cobra Petrobras (PETR4) por redução no preço do gás
Jair Bolsonaro. Foto: Isac Nóbrega PR

O presidente da República Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (14) ter cobrado o CEO da Petrobras (PETR4), general Joaquim Silva e Luna, por uma forma de reduzir o preço do gás de cozinha. A informação é do Valor Econômico.

“Zerei todos os impostos do gás de cozinha, estamos trabalhando com o novo presidente da Petrobras em como diminuir o preço do botijão na origem. Hoje está em R$ 42, dá para diminuir”, declarou Bolsonaro em evento em Mato Grosso do Sul, onde entregou títulos rurais a pequenos produtores.

Questionado, o presidente da República afirmou não ser responsável pela alta do preço dos combustíveis. “O ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] não é valor fixo, é percentual; tem bitributação em cima disso. Mandei projeto ao Congresso e fui avisado que seria derrotado, retirei o projeto”, disse. “Não pode o pessoal me culpar pelo preço da gasolina”.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Jair Bolsonaro ainda alegou que os governadores “aumentaram o ICMS e não adiantou” a zeragem por dois meses da cobrança de PIS/Cofins sobre o diesel.

Além de cobrar a estatal petroleira, o presidente também comentou as trocas efetuadas no comando do Banco do Brasil (BBAS3). O mandatário disse que a interlocução com os produtores melhorou depois da troca na presidência e nas diretorias das instituição financeira.

“Nós trocamos todo mundo do Banco do Brasil, eu não troco um, quando eu troco é todo mundo”, afirmou Bolsonaro. “O Banco do Brasil agora age de forma mais simpática a vocês”.

Petrobras tem lucro de R$ 1,2 bilhão

A Petrobras reportou ontem um lucro líquido de R$ 1,167 bilhão referente ao primeiro trimestre de 2021. A companhia registrou um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado 30,5% maior no trimestre, chegando a R$ 48,949 bilhões.

A receita de vendas da Petrobras somou R$ 86,174 bilhões entre janeiro e março, uma alta 14,2% em comparação com mesmo período de 2020, conforme a valorização de 38% nos preços do petróleo Brent. Contribuíram também a maior receita com diesel, que atingiu R$ 25,2 bilhões, em função do aumento da participação da companhia no mercado e do crescimento das vendas de diesel S-10, apesar da queda do volume de vendas total de diesel.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião