Mercado mantém IPCA em 4,90% e Selic a 11,75% ao fim de 2023, mas projeta PIB maior

O mercado financeiro manteve, pela segunda semana seguida, a projeção de inflação, medida pelo IPCA em 4,90% ao ano ao final de 2023, acima, portanto, do teto da meta de inflação de 4,75%, segundo o Boletim Focus do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira (28).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

De acordo com o documento, os agentes do mercado esperam também que a taxa básica de juros (Selic) termine este ano em 11,75%, mesmo valor projetado no último relatório.

As principais mudanças de projeções ficaram para o crescimento do PIB e para o câmbio ao final deste ano.

Para este ano, o mercado financeiro elevou suas estimativas de crescimento do PIB para 2,31%.

No caso do dólar, o mercado financeiro aumentou a previsão para 2023 de R$ 4,95 para R$ 4,98.

No início deste mês de agosto, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou o primeiro corte da taxa Selic desde agosto de 2020. A taxa caiu de 13,75% ao ano para 13,25%. A decisão não foi unânime, mas chamou a atenção pela intensidade do ajuste, abrindo caminho para um maior afrouxamento monetário.

Já para o ano que vem, de acordo com o Focus, os agentes do mercado esperam que a taxa de juros termine em 9,00%, Já para 2025, a expetativa é de que a Selic chegue a 8,5%, com manutenção da projeção para o ano seguinte, 2026.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Resumo do Boletim Focus

Veja, em detalhes, as projeções mais importantes para 2023 e 2024:

2023

  • IPCA: a projeção de inflação foi mantida em 4,90%;
  • PIB: a projeção se elevou de +2,29% para uma alta de 2,31% neste ano;
  • Dólar: a previsão do câmbio subiu para R$ 4,98;
  • Taxa Selic: a previsão se manteve em 11,75%;
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit recuou para US$ 70,90 bilhões;
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão se manteve em US$ 80 bilhões;
  • Dívida do Setor Público: a previsão elevou para 60,60% do PIB

2024

  • IPCA: a projeção elevou de 3,86% para 3,87% no ano;
  • PIB: a projeção se manteve em 1,33%;
  • Dólar: a previsão do câmbio se manteve em R$ 5,00;
  • Taxa Selic: a previsão se manteve em 9,00% ao ano;
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit se manteve em US$ 60 bilhões;
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão segue em US$ 80 bilhões;
  • Dívida do Setor Público: a previsão aumentou para 63,95% do PIB

O Boletim Focus é elaborado semanalmente pelo Banco Central. São utilizadas as projeções dos especialistas das 100 principais instituições ligadas ao mercado financeiro do Brasil para juros, IPCA, câmbio, Selic e outros indicadores.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2022/06/Banner-Noticias-1000x325-1.jpg

Allan Ravagnani

Compartilhe sua opinião