Boletim Focus eleva pela 12ª semana consecutiva projeção do IPCA para 5,97%

Boletim Focus eleva pela 12ª semana consecutiva projeção do IPCA para 5,97%
PIB. Foto: Pixabay

Segundo o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (28), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021 deverá ser 5,97%. A previsão é maior do que a da semana passada, quando estava previsto em 5,90%. Há quatro semanas atrás estava em 5,31%. Trata-se da 12ª semana consecutiva de alta.

No caso de 2022, a projeção do Boletim Focus manteve-se em 3,78% ao ano. A projeção dos economistas para a inflação já está acima do centro da meta de 2021, de 3,75%, sendo que a margem de tolerância é de 1,5 ponto (de 2,25% a 5,25%). A meta de 2022 é de 3,51%, com margem de 1,5 ponto (de 2,00% a 5,00%), enquanto o parâmetro para 2023 é de inflação de 3,25%, com margem de 1,5 ponto (de 1,75% a 4,75%).

Por sua vez, a taxa básica de juros (Selic) em 2021 deverá ser 6,50%, conforme o Boletim Focus. Na semana passada a projeção era a mesma e há quatro semanas estava em 5,75%. A projeção para 2022, 2023 e 2024 é de também 6,50%.

Boletim Focus eleva projeção do PIB pela décima semana seguida

Os especialistas elevaram as expectativas sobre o Produto Interno Bruto (PIB), que em 2021 deverá ser de 5,05% ao ano. A previsão é maior do que a da semana passada, quando o crescimento previsto era de 5,00%.

Há quatro semanas, o Boletim Focus indicava um crescimento do PIB de 3,96% em 2021.

As previsões para o PIB de 2022 pioraram. Os especialistas do mercado que participam da pesquisa semanal realizada pelo Banco Central (BC) indicaram um crescimento do PIB de 2,11%, contra uma previsão da semana passada de 2,10%. Para 2023 a previsão se manteve estável, com um crescimento de 2,50%.

Resumo do Boletim Focus

Veja, em detalhes, as projeções mais importantes para 2021 e 2022:

2021

  • PIB: a projeção é de um crescimento da economia de 5,05%;
  • IPCA: a projeção passou de 5,90% para 5,97%;
  • Taxa Selic: a previsão ficou em 6,50%;
  • Dólar: a previsão do câmbio é de R$ 5,10;
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit ficou em US$ 68,80 bilhões;
  • Investimento Estrangeiro Direto: os especialistas aumentou a previsão para US$ 58,00 bilhões;
  • Déficit Primário: a previsão ficou em -2,50% do PIB;
  • Resultado Nominal: a previsão ficou em -6,81% do PIB.

2022

  • PIB: a projeção do crescimento da economia reduziu-se para 2,11%;
  • IPCA: a projeção manteve-se em 3,78%;
  • Taxa Selic: a estimativa ficou em 6,50%;
  • Dólar: os especialistas aumentaram a projeção em R$ 5,20
  • Balança Comercial: a expectativa para o superávit ficou em US$ 60,00 bilhões;
  • Investimento Estrangeiro Direto: a previsão ficou em R$ 67,95 bilhões;
  • Déficit Primário: a previsão ficou em -1,65%
  • Resultado Nominal: a expectativa ficou em -6,50%.

O Boletim Focus é elaborado semanalmente pelo Banco Central. São utilizadas as projeções dos especialistas das 100 principais instituições ligadas ao mercado financeiro do Brasil.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO