BofA rebaixa recomendação da Via (VIIA3) de compra para neutra; Veja novo preço-alvo

BofA rebaixa recomendação da Via (VIIA3) de compra para neutra; Veja novo preço-alvo
Casas Bahia Foto: Divulgação Via

O Bank of America (BofA) revisou sua recomendação de uma série de empresas brasileiras nos últimos dias, dentre elas da varejista Via (VIIA3), dona das lojas Casas Bahia e Ponto.


Em relatório divulgado na segunda-feira (20), o banco rebaixou a recomendação das ações da Via de compra para neutra, e revisou o preço-alvo de R$ 19,50 para R$ 9,00.

O principal destaque do BofA para as revisões é o aumento crescente dos preços no País. A equipe que assina o documento resumiu da seguinte forma: “Esperamos que todos sofram com a inflação e as pressões de massa salarial”.

Para o segmento de varejo, em específico, os analistas do BofA afirmam que esperam que “esses fatores sejam particularmente desafiadores para empresas de baixa renda, incapazes de compensar as pressões de demanda com participação de mercado ou oportunidades alternativas de crescimento”.

Nesse ponto, eles ressaltam os desafios da Via. Devido o maior foco em consumidores de baixa renda, os resultados da dona das Casas Bahia serão mais pressionados pelo aumento da inflação.

“(…) esperamos que o mercado questione o crescimento do comércio eletrônico de marketplace da empresa”, dizem os analistas em referência a estratégia da varejista de fazer promoções nas taxas de comissão cobradas na plataforma.

A equipe que assina o relatório é liderada por Robert Ford, um dos analistas mais antigos do setor de varejo dos grandes bancos.

BB Investimos reitera recomendação de compra

Já o BB Investimentos, em relatório também divulgado na segunda-feira (20), reiterou sua recomendação de compra para a Via, com preço-alvo em R$ 20 para 2022.

A tese de investimento da Via, pelo banco de investimentos, baseia-se em quatro pontos descritos da seguinte forma:

  • ampla rede de lojas e centros de distribuição combinados com uma nova estrutura digital, criando a logística omnicanal;
  • desenvolvimento das sinergias existentes entre o varejo e sua fábrica de móveis Bartira, contribuindo para incremento de margens;
  • investimentos em novos produtos e serviços além do varejo; e
  • robusta base de clientes de serviços financeiros, mediante a realização de vendas a prazo no crediário.

Última cotação da Via

Após o pregão de segunda, marcado pela aversão ao risco dos mercados mundiais com a crise Evergrande, a cotação da Via derreteu 6,86% no Ibovespa, com as ações VIIA3 valendo R$ 7,89.

Nos últimos 12 meses, os papéis da Via acumulam 55,12% de desvalorização, sendo negociados a R$ 20,48 na máxima e a R$ 7,78 na mínima.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!