Boa Safra: produtora de sementes pede registro de IPO

Boa Safra: produtora de sementes pede registro de IPO
Uma das maiores fornecedoras de sementes do Brasil, a Boa Safra Sementes protocolou seu pedido de IPO.

Uma das maiores fornecedoras de sementes do Brasil, a Boa Safra Sementes protocolou nessa quinta-feira (22) seu pedido de Oferta Inicial de Ações (IPO, na sigla em inglês). No prospecto a companhia indicou que a oferta será apenas primária, ou seja, os recursos captados com o IPO vão para o caixa da empresa.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Além disso, o prospecto destaca que a Boa Safra pretende utilizar os recursos oriundos da oferta primária da seguinte maneira:

  • 50% para crescimento inorgânico por meio de aquisições estratégicas e oportunísticas de sociedades no mesmo setor de atuação que poderão, ou não, ser partes relacionadas;
  • 50% para reforço de capital de giro.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Em relação ao preço por ação, o documento explica que será fixado após a conclusão do procedimento de Bookbuilding e terá como parâmetro as indicações de interesse em função da qualidade e quantidade de demanda por ação coletadas junto a Investidores Institucionais durante o Procedimento de Bookbuilding.

Vale destacar que a oferta será coordenada pela XP Investimentos.

A companhia que já está no mercado há mais de 40 anos, está presente em 80% do território nacional. Nesse sentido, atua nas regiões do Centro-Oeste, Sudeste, Norte e Nordeste.

“Acreditamos ter um dos mais completos portfólios de sementes de soja do mercado brasileiro, oferecendo tratamentos com diversos componentes químicos e genéticas adaptados às mais distintas regiões do país. Temos um portfólio que contempla, também, sementes de milho e feijão, além de oferecer diversos tratamentos industriais que trazem uma maior proteção e um maior vigor às sementes”, afirma o prospecto destacando que a companhia é líder de mercado com cerca de 6,5% de market share.

Resultados da Boa Safra Sementes

No acumulado de 2020, até setembro, a companhia registrou lucro líquido de R$ 31,518 milhões, ao passo que no mesmo período do ano passado havia registrado prejuízo de R$ 5,252 milhões.

Já a receita líquida que estava em R$ 199,734 milhões no acumulado de janeiro a setembro de 2019, ficou em R$ 356,296 milhões no mesmo período desse ano.

O Ebitda da Boa Safra, por sua vez, passou de R$ 1,732 milhões nos primeiros 9 meses do ano passado, para R$ 60,468 milhões no acumulado desse ano até setembro.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião