BlackRock anuncia compra de gestora do Reino Unido para avançar no mercado de dívida privada

A BlackRock firmou, nesta quinta-feira (8), acordo que prevê a compra da gestora de crédito privado britânica Kreos Capital. A empresa não revelou os termos financeiros da transação, que deve ser finalizada no terceiro trimestre deste ano, a depender do devido aval regulatório.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Segundo comunicado da BlackRock, a expectativa é de que o negócio tenha impacto limitado no balanço da companhia americana, que tem ampliado os esforços para avançar no mercado de dívida privada.

Com sede em Londres, a Kreos Capital se firmou como um dos principais agentes do setor na Europa. Desde a fundação, em 1998, a gestora mobilizou mais de 5,2 bilhões de euros para mais de 550 startups nos setores de tecnologia e saúde. Os 45 funcionários da Kreos serão incorporados à equipe da BlackRock.

Bolsas da Europa fecham mistas, com recessão da zona do euro e força no setor automobilístico

Os mercados acionários europeus fecharam nesta quinta-feira, 8, sem direção única, reagindo à fraqueza do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro indicando recessão técnica, com perspectivas de desaceleração do crescimento adiante, mas recebendo apoio de Wall Street e do fôlego de ações de empresas relacionadas a automóveis.

Em Londres, o FTSE 100, caiu 0,32% a 7.599,74 pontos, enquanto o índice DAX, em Frankfurt, fechou em alta de 0,89%, a 15.995,31 pontos. O CAC 40, em Paris, avançou 0,31%, a 7.224,90 pontos, e o FTSE MIB, em Milão, fechou em alta de 0,89%, a 27.296,14 pontos. Já em Madri, o índice Ibex 35 cedeu 0,25%, a 9.336,70 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o PSI 20 subiu 0,59%, a 5.951,61 pontos. As cotações são preliminares.

Mais cedo, a agência de estatísticas da União Europeia publicou a terceira estimativa do PIB da zona do euro, revisando o resultado do quarto e do primeiro trimestres, ambos para queda de 0,1%, confirmando que o bloco entrou em recessão técnica. Segundo análise da Oxford Economics, a expectativa é de crescimento fraco, uma vez que o aperto monetário segue prejudicando investimentos. O Danske Bank, por sua vez, destaca que a perspectiva de elevação de 25 pontos-base (pb) nos juros do Banco Central Europeu (BCE) já está “bem telegrafadas”, de forma que pode se esperar uma reação mais contida pelos mercados.

Entre as ações, os papéis de empresas automobilísticas se destacam, com a Continental e a Daimler Truck em alta de mais de 2%, em Frankfurt, a Stellantis subindo cerca de 1,5%, em Milão, e a Renault avançando mais de 1%, em Paris.

Assim, a compra da gestora do Reino Unido pela BlackRock e o resultado do PIB da zona do euro são alguns dos assuntos que estão no radar do mercado financeiro hoje (8).

(Com informações de Estadão Conteúdo)

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião