Semana do ESG

Alpargatas (ALPA4): XP vê resultados mistos, com “receita imóvel” no 2T22; ações despencam

Alpargatas (ALPA4): XP vê resultados mistos, com “receita imóvel” no 2T22; ações despencam
Alpargatas. Loja da Havaianas. Foto: Reprodução/ Site Conjunto Nacional

A XP Investimentos definiu como “mistos” os resultados apresentados pelo balanço do segundo trimestre de 2022 da Alpargatas (ALPA4), na última quinta-feira (4). A empresa de calçados reportou lucro líquido de R$ 64 milhões no segundo trimestre deste ano, com uma alta tímida de 3,1% em relação a igual período do ano passado. O desempenho da empresa no segundo trimestre desagradou o mercado. As ações da empesa desabaram mais de 13% nesta sexta (5).

Entre outros pontos do resultado do 2T22 da Alpargatas, a corretora destacou que a receita líquida ficou praticamente imóvel no acumulado de um ano, mas que a margem bruta teve uma recuperação importante quando comparada ao primeiro trimestre do ano.

“A receita líquida ficou estável [no acumulado de um ano], embora tenha apresentado alta de 9% em moeda constante, já que a estratégia de gerenciamento de receitas da empresa no Brasil (+21% no comparativo anual) mais do que compensou os efeitos cambiais negativos e a pressão em volumes das operações internacionais”, escreveram os analistas Daniela Eiger, Thiago Suedt e Gustavo Senday.

O trio considerou o cenário doméstico como positivo para a companhia, levando em conta o ajuste de modelos de negócios dos Estados Unidos e as restrições de circulação na China, que impuseram desafios ao setor de varejo. O Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado teve uma forte queda (-17%), mas poderia ser ainda pior não fosse a operação brasileira (+63%) que conseguiu balancear o índice no resumo de um ano.

“Para os próximos trimestres, a Alpargatas implementou mais um aumento de preços que deve ser refletido integralmente a partir de julho de 2022 e contribuir para a recuperação das margens. O lançamento de slides na Europa e EUA em junho ou julho também deve ser um vento a favor dos volumes na operação internacional”, pontuam.

Cotação da Alpargatas desaba

Após a divulgação do balanço, as ações da Alpargatas registraram uma queda histórica de 13,53%. No fechamento desta sexta-feira (5), os papéis eram negociados a R$ 19,30. Apesar disso, a XP mantém seu posicionamento de compra dos papéis ALPA4, visando o preço-alvo de R$ 28.

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO