Alliar (AALR3) aceita proposta e deve custar mais R$ 1,3 bi à Tanure; XP prevê ação valorizada

Alliar (AALR3) aceita proposta e deve custar mais R$ 1,3 bi à Tanure;  XP prevê ação valorizada
Medicina diagnóstica. Foto: Pixabay

Os acionistas controladores da Alliar (AALR3) aceitaram a proposta realizada pela MAM Asset, gestora do empresário Nelson Tanure, para a aquisição de até 62,6 milhões de ações, pelo valor de R$ 20,50 por ação.

Caso todos os acionistas do bloco de controle vendam seus papéis, a MAM Asset passará a deter 83% da Alliar, grupo de medicina diagnóstica dono dos laboratórios CDB em São Paulo. Isso porque Tanure já tem 29,1% do capital social da empresa e os acionistas detêm quase 53%.

A Alliar destaca que cada acionista poderá vender a totalidade de suas ações ou uma parte delas. O preço de R$ 20,50 por ação da Alliar representa um prêmio de 65,5% sobre a cotação de 17 de novembro, data anterior à proposta.

Com isso, o montante a ser desembolsado por Tanure chega a R$ 1,28 bilhão.

Para a XP Investimentos, as notícias são boas para os investidores que possuem ações da empresa, “uma vez que esperamos que a ação seja negociada no patamar de R$ 20,5 até o fechamento do negócio”.

Nesta segunda (29), as ações da Alliar caem 2,41% às 17h, com os papéis valendo R$ 18,20.

Leia mais:

Alliar fará OPA para troca de controlador

Após o acordo, a Alliar deverá passar por uma oferta pública de aquisição (OPA) como determinam as regras do Novo Mercado.

A XP avalia que, como a transação implicará em mudança de controle da empresa, a Alliar deve acionar o mecanismo de tag-along para que os acionistas minoritários tenham a chance de vender suas participações pelo mesmo preço acordado em contrato.

O valor total que a MAM Asset pode desembolsar pelo controle da Alliar pode chegar a R$ 2,3 bilhões.

Isso porque o empresário Nelson Tanure já pagou R$ 400 milhões na participação de 25% que comprou da Pátria, em agosto deste ano. Outros 4% foram negociados em mercado, pelo valor da cotação.

Na avaliação da XP, Tanure está pagando caro pela Alliar, “visto que o valor se traduz em um múltiplo de preço por lucro em 2022 de 34,4x, bem acima do nível em que Fleury (14,4x) e Pardini (16,1x) negociam”,  diz relatório.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!