AGENDA

Ação da CVC (CVCB3) avança 1,89% após anunciar potencial oferta

Ação da CVC (CVCB3) avança 1,89% após anunciar potencial oferta
CVC. Foto: Reprodução Facebook

A ação ordinária da CVC (CVCB3) ficou entre as maiores altas do Ibovespa nesta terça-feira (8) depois da operadora de turismo dizer avaliar uma oferta de ações. O papel subiu 1,89%, para R$ 27,98.

A CVC contratou Citigroup e o BTG Pactual (BPAC11) para uma operação para prestação de serviços de assessoria financeira para a potencial operação.

A captação ficaria em torno de R$ 400 milhões a R$ 500 milhões, reportou o Brazil Journal ontem. Os recursos completariam o levantamento de R$ 1,1 bilhão em três tranches da empresa de turismo e poderia colocá-la em posição de caixa líquido.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Não ficou claro se a operação seria uma oferta subsquente de ações (follow-on) a todo o mercado ou uma distribuição prioritária, restrita aos atuais acionistas, de acordo com informações do site.

Segundo Luis Sales, analista da Guide, o impacto da notícia é positivo. “Acreditamos que a empresa esteja bem posicionada para aproveitar a reabertura da economia, e ainda poderá fazer futuras aquisições em um ambiente propicio para consolidações.”

Prejuízo da CVC cai 92,9% no 1º trimestre

O prejuízo da CVC no primeiro trimestre de 2021 encolheu 92,9%, para R$ 81,4 milhões, ante perdas de R$ 1,151 bilhão acumuladas no mesmo período do ano anterior.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou negativo em R$ 56,403 milhões, o que representou uma melhora de 92,4% ante o Ebitda negativo de R$ 741,432 milhões do mesmo intervalo do ano passado.

A receita líquida atingiu no período R$ 165,935 milhões, recuo de 58,2% sobre o mesmo intervalo de 2020. As despesas financeiras somaram R$ 10,531 milhões no período de janeiro a março, uma queda de 79,1% sobre a despesa financeira de um ano antes.

“Fizemos bons progressos na preparação da CVC para liderar a retomada dos negócios, com uma boa evolução financeira, embora os volumes de novas vendas e embarques tenham sido abaixo das expectativas em função das restrições impostas devido ao aumento de casos, nesta nova onda da pandemia covid-19″, disse a administração.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião