Acesso Rápido

    Fiagro: como funciona o Fundo de Investimento do Setor Agropecuário

    Fiagro: como funciona o Fundo de Investimento do Setor Agropecuário

    A agricultura representa um dos maiores setores da economia brasileira. E para torná-la ainda mais atrativa para os investidores em geral, foi criado o Fiagro.

    O Fiagro é um fundo de investimentos que foi criado no mês de março de 2021, com o objetivo de proporcionar a qualquer pessoa física ou pessoa jurídica acesso aos investimentos do agronegócio.

    O que é Fiagro?

    O Fiagro (Fundo de Investimento para o Setor Agropecuário) é um fundo que foi criado por meio da Lei nº 14.130 publicada no dia 30 de março de 2021.

    Ou seja, é fundo imobiliário de agronegócio que visa aumentar o acesso da agropecuária a captação de recursos financeiros que, em geral, se dá através dos investidores institucionais.

    Dessa forma, ele pode ser voltado a investimentos líquidos no setor do agronegócio, assim como em veículos de investimentos de Private equity em sociedades limitadas.

    Para ser criado, esse fundo foi inspirado na regulamentação de Fundos de Investimentos Imobiliários, com aprimoramentos para tornar o ativo mais atrativo.

    Como funciona o fundo de investimento Fiagro?

    Em via de regra, os recursos captados no fundo Fiagro são utilizados para investir em imóveis rurais e atividades da produção do setor agroindustrial.

    Além disso, o investimento também pode ser feito em títulos de crédito ou em valores mobiliários, emitido por pessoas físicas ou jurídicas que integrem a cadeia produtiva agroindustrial.

    Outra maneira é por meio dos direitos creditórios do agronegócio, e títulos de securitização emitidos com lastros em direitos creditórios.

    Também dá para fazer o investimento através de direitos creditórios imobiliários que são relativos a imóveis rurais e títulos de securitização emitidos com lastro nesses direitos creditórios.

    Quais são as características do fundo Fiagro?

    A principal característica do fundo Fiagro é que os recursos captados são investidores no setor do agronegócio e cadeia produtiva agroindustrial.

    Além disso, os rendimentos que forem distribuídos pelo Fiagro estarão sujeitos à incidência do imposto de renda retido na fonte, IRRF, com uma alíquota de 15%.

    A estrutura do Fiagro é bastante parecida com a dos Fundos de Investimento Imobiliário. No entanto, ela foi aprimorada para deixar o investimento mais adequado ao setor agropecuário, tornando-o mais atrativo.

    Um bom exemplo disso é a possibilidade de pagamento de imóveis rurais através de cotas do Fiagro. Nesse caso, o GC auferido pelo vendedor fica diferido para o momento da venda da cota.

    Vale a pena investir no fundo Fiagro?

    O investimento no fundo Fiagro é uma modalidade nova no Brasil, criada para atrair mais investidores para o agronegócio brasileiro.

    Dessa forma, quem investe em um fundo Fiagro está aplicando o capital no agronegócio brasileiro, sendo um dos setores que mais colabora para o crescimento do produto interno bruto (PIB).

    Uma das vantagens é que essa pode ser uma opção mais atraente que alguns fundos de renda fixa, embora seja também mais arriscada.

    Ele passa a ser também uma boa alternativa para investidores estrangeiros investirem no agronegócio brasileiro, o que pode colaborar para a agropecuária nacional.

    Por ser uma alternativa nova, não há ainda um histórico robusto sobre os ganhos auferidos com o tempo, mas trará um grande avanço para a agroindústria nacional, uma vez que vai aumentar a segurança e flexibilidade para os investidores.

    Foi possível entender o que é o Fiagro? Então deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta matéria com todos os seus amigos nas suas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    7 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Elder 4 de junho de 2021

      Muito bom o artigo.
      Fiquei na duvida se já tem algum ativo desses fundos do fiagro. E como podemos investir neles?

      Responder
      • Daniel 5 de julho de 2021

        Se não me engano ainda não, e com o projeto de lei da reforma tributária isso deu uma esfriada

        Responder

        Responder
    • Robson 5 de junho de 2021

      15% de IR sob os rendimentos? É sério isso?

      Responder
      • Daniel 5 de julho de 2021

        Tá no projeto de lei apresentado ao legislativo, resta saber se será aprovado

        Responder
      • Daniel 5 de julho de 2021

        Se não me engano ainda não, e com o projeto de lei da reforma tributária isso deu uma esfriada

        Responder
    • Cristiano 2 de agosto de 2021

      A pergunta que não quer calar FIAGRO vai pagar dividendos e se sim qual o periodicidade?

      Responder
    • simone 13 de setembro de 2021

      Eu, sinceramente, achei bem superficial a explicação, acredito que pra quem não entende nada ficou pior ainda. Felizmente, existem vários vídeos da própria SUNO que explicam bem melhor. Na minha singela opinião, os analistas da SUNO são os melhores analistas de FIIs do mercado.

      Responder