Vivara (VIVA3) apresenta prejuízo de R$ 1,6 milhão no 2T20

A Vivara (VIVA3) divulgou nesta quarta-feira (26) seu balanço de resultados referente ao segundo trimestre de 2020. A empresa registrou um prejuízo de R$ 1,6 milhão. Em comparação com o mesmo período no ano passado, o valor representa uma queda, já que havia registrado um lucro líquido de R$ 156,8 milhões.

A receita líquida caiu 54,6%, para R$ 137,6 milhões. O SSS (Vendas nas Mesmas Lojas) das operações físicas e do e-commerce atingiu  contração de 55%. O resultado negativo foi causado pelo fechamento das mais de 250 lojas entre abril e junho deste ano.

O Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) apresentou queda de 92,8%. A margem Ebtida ajustada foi 20,3 p.p. menor do que o mesmo período em 2019.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Vivara aposta no comércio eletrônico

Apesar do resultado negativo para a Vivara, a empresa foi capaz de aumentar seu comércio eletrônico em 387% durante o segundo trimestre.

“Ainda não sabemos precisar qual o tamanho do nosso e-commerce para os próximos anos, mas temos a certeza de que nossa estratégia omni sairá desse período extremamente fortalecida, com canais cada vez mais conexos e o cliente no centro, decidindo onde e como quer comprar e receber”, afirmou Marcio Kaufman, CEO da Vivara.

Veja também: Vivara (VIVA3): Conselho aprova eleição de novo diretor de finanças

No total, a Vivara encerrou o mês de junho com 259 pontos de venda, sendo 205 lojas da própria marca, 9 lojas Life e 45 quiosques.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Daniel Guimarães

Compartilhe sua opinião