Vibra (VBBR3): Analistas recomendam compra após balanço; veja preço-alvo

Vibra (VBBR3): Analistas recomendam compra após balanço; veja preço-alvo
Vibra Energia. Foto: Divulgação

A Vibra Energia (VBBR3), ex BR Distribuidora, divulgou resultados animadores para o 3T21, segundo o BB Investimentos. Em relatório divulgado nesta terça-feira (16), o banco de investimentos destaca o crescimento de volumes e de margens da empresa no período de julho a setembro.

Além disso, houve aumento na rede de postos da Vibra Energia e ganho de market share. “Entendemos como o cenário ideal para uma empresa do setor, justificando nosso otimismo com o papel e a manutenção da recomendação compra”, diz relatório do BB-BI.

O preço-alvo para a Vibra, segundo o BB-BI, é R$ 32,00, mas o banco acrescenta em documento que esse valor não considera, ainda, as linhas adicionais de crescimento deste terceiro trimestre.

Assim como o BB Investimentos, a recomendação do Bank of America (BofA) é de compra para as ações da Vibra Energia, com preço-alvo a R$ 37,00.

O banco destaca quatro fatores que reforçam a tese de investimentos na empresa, são eles:

  • melhoria da economia,
  • importantes iniciativas de negócios/redução de custos,
  • fortalecimento da estratégia comercial e de varejo e
  • oportunidades no gás natural.

“Na medida em que novas iniciativas adicionais sejam bem-sucedidas, isso pode aumentar o potencial de médio e longo prazo [da companhia]”, reforça o relatório do BofA.

Desempenho da Vibra Energia em 2021
Desempenho da Vibra Energia em 2021. Fonte: BB Investimentos

Destaques do balanço da Vibra Energia

O resultado da Vibra contou com muito mais fatores positivos do que negativos”, disse o BB Investimentos. Eles destacaram, principalmente, a combinação de ganho de margens e de market share no segmento de varejo. O Ebitda ajustado totalizou R$ 1,18 bilhão, 5,3% superior ao consenso de mercado.

“A Vibra segue a companhia que tem melhor equilibrado a relação market share e margens de comercialização, tendo conseguido crescer seus volumes sem prejudicar os resultados financeiros.”

Com isso, analistas do BB-BI esperam que, com a continuidade do avanço das taxas de vacinação no País e no mundo, os resultados da Vibra sigam com melhora gradual no mesmo ritmo.

O banco de investimentos ainda acrescenta que vê potencial adicional nos resultados futuros dos segmentos de comercialização, prestação de serviços e geração de energia renovável, além da trading de etanol com a Coopersucar e da parceria em bioetano com a Zeg.

“[Ambas] atuações que devem trazer diversificação para as receitas, oportunidades de sinergias e de vendas cruzadas, principalmente no segmento B2B.”

Última cotação da Vibra nesta terça (16)

Após divulgação do balanço, a cotaçao da Vibra Energia registrava queda de 1,49% às 17:20 desta terça, com as ações VBBR3 valendo R$ 22,43.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!