Grana na conta

Via (VIIA3) troca código dos ADRs; confira o novo ticker

A Via (VIIA3) mudou o código dos seus ADRs (Recibo de Depósitos Americano, em português) comercializados no mercado norte-americano. Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a varejista informou que os papéis serão operados por meio do ticker VIAYY, e não mais pelo código GBXPY.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

O anúncio foi realizado na noite da terça (29), e a Via não explicou o motivo da mudança do código no breve comunicado enviado ao mercado.

“As ADRs da companhia ofertadas no mercado norte-americano passaram a ser negociadas sob o código ‘VIAYY‘ em substituição à ‘GBXPY'”, limitou-se a dizer.

O que é uma ADR?

As ADRs permitem com que ações de outros países sejam operadas nas bolsas dos Estados Unidos, mesmo que essas empresas não tenham realizado abertura de capital naquele território. A versão brasileira dessa modalidade de investimentos são as BDRs.

Em termos práticos, um investidor norte-americano pode comprar um ADR da Petrobrás ou da Vale da mesma forma como compra uma ação local, como Google e Amazon. O inverso também ocorre na B3, quando adquire uma BDR das companhias listadas nos Estados Unidos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Via: Resultado do terceiro trimestre de 2022

No terceiro trimestre de 2022, a Via registrou um prejuízo líquido de R$ 203 milhões. O número negativo representa uma melhora em comparação com o mesmo período do ano passado, quando o rombo havia sido de R$ 638 milhões.

Para os analistas da XP Investimentos, a queda ocorreu por conta da desalavancagem operacional e de maiores provisões no período.

“Com isso, o prejuízo líquido foi de R$ 203 milhões, considerando um impacto positivo de R$ 400 milhões de monetizações de créditos fiscais, além de a companhia ter reportado uma queima de caixa de R$ 1,3 bilhão, com uma pior dinâmica do capital de giro, com efeito sazonal dos estoques e deterioração na linha de fornecedores”, argumentaram os especialistas da XP.

Segundo o Status Invest, as ações da Via fecharam o pregão de terça (29) em R$ 2,15, alta de 2,87%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/1420x240-Minicurso-FIIS.png

Erick Matheus Nery

Compartilhe sua opinião